Publicado originalmente no Publishnews

Foram 215.500 exemplares arrecadados em sete estados brasileiros

A campanha #doeumlivro, que nasceu no Twitter há três anos, arrecadou um recorde de 215.500 obras no período de coleta que aconteceu em dezembro e janeiro. Em cada uma das outras edições, cerca de 180 mil exemplares haviam sido arrecadados. Este ano, o número de pontos de coleta cresceu e o projeto também ganhou mais repercussão nas redes sociais. A Droga Raia, a principal apoiadora da iniciativa, inclui as lojas de Santa Catarina – além das de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná e Minas Gerais – e, na capital paraense, um segundo shopping aderiu. Este ano, inclusive, surgiu um incentivo curioso: o bar Mortadela Brasil, que vende sua versão do tradicional sanduíche de mortadela no Mercado Municipal de São Paulo, deu 10% de desconto nas refeições de quem ajudou a engordar a campanha. Segundo Jose Luiz Goldfarb, um dos idealizadores da #doeumlivro, os exemplares já começaram a ser distribuídos a bibliotecas públicas e bibliotecas de escolas. “Uma das vantagens dessa campanha é que a distribuição é feita a partir dos locais que arrecadaram. Os livros não são levados todos para um lugar só, para depois serem distribuídos”, afirma Goldfarb.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments