“Há no trabalho de Enki Bilal algo da força alucinógena de William Burroughs somada ao oximoro do sangue azul, da frieza ardente das mulheres correspondentes confidentes…

O calor da vida apesar das feridas: traços dos hotéis do Leste e das pílulas de anfetamina se Kafka as tivesse conhecido…” Yann Moulier Boutang

“Frio Equador é a culminância de um estilo, de um olhar, de um delírio criativo nos quais o horror dos tempos por vir felizmente não eliminou toda forma de humor.” Bernard Pivot. Revista Lire

Enki Bilal nasceu na Iugoslávia em 1951. Sua infância belgradina sob o reinado de Tito será determinante para a tonalidade gráfica e os temas geopolíticos que desenvolverá em suas colaborações (principalmente com Pierre Christin) e, posteriormente, em sua carreira solo.

A TRILOGIA NIKOPOL, considerada uma obra de referência, mescla, não sem humor, a absurdidade das obsessões de poder do homem e das divindades que ele não pôde se impedir de fabricar. Enki Bilal fez também três filmes, sendo o último, IMMORTEL Ad Vitam, uma livre “desconstrução” de A TRILOGIA NIKOPOL. FRIO EQUADOR foi eleito o melhor livro do anoem 1993 pela revista Lire.

Clique aqui para saber mais.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments