Publicado originalmente na BBC

O livro “Contos de Fadas dos Irmãos Grimm”, da editora Taschen, mostra ilustrações que marcaram época, feitas para diferentes edições dos contos.

A coletânea comemora os 200 anos da primeira publicação de “Contos da Criança e do Lar” (em tradução literal), que reunia as principais histórias coletadas pelos linguistas e pesquisadores alemães.

As ilustrações foram feitas entre 1820 e 1950 para edições de todo o mundo, por artistas de países como Alemanha, República Tcheca, Grã-Bretanha, Áustria, Suécia, Suíça e Estados Unidos.

Os irmãos alemães Jacob e Wilhelm Grimm reuniram, em seu primeiro livro, mais de 200 histórias recolhidas em uma extensa pesquisa sobre contos populares, conservados pela tradição oral.

Os contos começaram a ser compilados em 1810, quando os irmãos tinham 51 histórias coletadas na Alemanha e na Dinamarca.

O livro "Contos de Fadas dos Irmãos Grimm", da editora Taschen, mostra ilustrações que marcaram época, feitas para diferentes edições dos contos. Acima, uma ilustração feita por Divica Landrová, em 1959, para "Chapéuzinho Vermelho". Foto: Taschen

As ilustrações foram feitas entre 1820 e 1950 para compilações de todo o mundo. Na imagem, "Branca de Neve", em uma ilustração de Wanda Zeigner-Ebel, em 1911. Foto: Taschen

O livro comemora 200 anos da primeira publicação de "Contos da Criança e do Lar" (em tradução literal), que reunia as principais histórias coletadas pelos pesquisadores na Europa. Na foto, uma ilustração para "Cinderela", feita em 1910 por Hanns Acker. Foto: Cortesia da Sociedade Irmãos Grimm/Taschen

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments