De olho no mercado literários, os estúdios investem pesado na compra de direitos de obras com potencial para atrair grande público para as salas escuras mundiais. Jogos Vorazes tem fome de ocupar um espaço de sucessos recentes e aqui você tem um panorama rápido do projeto que estreia nesta sexta-feira, nos cinemas.

Publicado no Adoro Cinema

Previsto para estrear no Brasil e mundo afora na próxima sexta-feira, 23, Jogos Vorazes vem chegando com vontade de ocupar o posto duas franquias famosas do cinema mundial, o sucesso Harry Potter, criado por J.K. Rowling, e A Saga Crepúsculo, de Stephenie Meyer, que termina em 2012. E os números do novo projeto não negam a “fome”. Em comum, a origem também nas livrarias com milhões de cópias vendidas. Só nos Estados Unidos, por exemplo, o filme chega em mais de quatro mil salas. No Brasil, o número gira em torno de 600, ou seja, quase um 1/4 do circuito. Na França, a sua abertura já é a melhor do ano.



Escrito por Suzanne Collins, “The Hunger Games” (título original) é uma ficção científica destinada ao público jovem e figurou por mais de 100 semanas na lista dos mais vendidos do tradicional The New York Times, entre outras publicações periódicas americanas como Wall Street Journal e USA Today. Para se ter uma ideia, a própria autora de Crepúsculo elogiou o título e Collins rapidamente foi parar no ranking das personalidades mais influentes da revista Time.

Uma das razões do sucesso pode estar na reunião de conteúdo pós apocalíptico, que costuma agradar boa parcela do público de várias idades, com a febre dos reality shows, algo bastante difundido na sociedade moderna. Na história em questão, governantes de uma cidade central chamada Capital, situada em um lugar ocupado pela nação que destruiu os Estados Unidos, promovem um evento anual em que crianças e jovens da população oprimida são enviados para uma competição, transmitida ao vivo, onde somente um sairá vivo. Katniss Everdeen se oferece como voluntária para evitar que sua irmã mais nova entre na disputa, mas sua escolha pode ser também a sua sentença de morte, caso suas habilidades como caçadora não sejam suficientes.

Como se vê, essa combinação de fatores parece mesmo dar pano para manga numa versão cinematográfica e foi nisso que a Lionsgate apostou em 2009 quando adquiriu os direitos sobre os livros. “Jogos Vorazes” foi lançado em 2008, traduzido para mais de 30 idiomas e acabou atraindo leitores de faixas etárias distintas. A trilogia se completa com “Em Chamas” (Catching Fire) e “A Esperança” (Mockingjay), lançados em 2009 e 2010, respectivamente.


Para completar a “fórmula do sucesso”, objetivo de qualquer estúdio, o investimento no elenco do filme revela a estratégia de misturar novos e antigos talentos. Assim, a protagonista Jennifer Lawrence, indicada ao Oscar por sua atuação em Inverno da Alma (2010), está acompanhada de Elizabeth Banks (ambas na foto acima), Josh Hutcherson, Isabelle Fuhrman, Liam Hemsworth, Wes Bentley, além de atores mais tarimbados como Stanley Tucci, Woody Harrelson, Toby Jones e o veterano Donald Sutherland. E a turma ligada no universo da música verá ainda o músico Lenny Kravitz mais uma vez atuando, depois da participação no sucesso Preciosa – Uma História de Esperança (2009).

Dirigido por Gary Ross (Alma de Heroi), que também fez o roteiro em companhia da própria autora dos livros e de Billy Ray (Plano de Voo), a equipe técnica reúne nomes de peso, como o editor Stephen Mirrione (Oscar de Melhor Edição por Traffic) e o compositor T Bone Burnett, que faturou o Oscar de Melhor Canção por Coração Louco (2009).

Seu primeiro trailer, quando lançado em 14 de novembro, foi visto por mais de oito milhões de internautas somente nas primeiras 24 horas. Se você já viu e deu vontade de ver de novo, clique aqui para assistir e ver muitas imagens. Agora, se está entre aqueles que não viram e bateu aquela curiosidade, pode assistir antes os spots de televisão criados há pouco para o lançamento.

 

 

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments