Mário Gomes e família (Foto: Roberto Teixeira/ EGO)Mário Gomes e família

Léo Martinez, no EGO

Ainda sem data prevista para o lançamento, Mário Gomes já começou os preparativos para a sua primeira biografia, onde pretende esclarecer nos mínimos detalhes a história da cenoura, que surgiu nos anos 80 colocando em dúvida a fama de machão do ator.

“A história da cenoura foi uma brincadeira de péssimo gosto que nunca me atrapalhou em nada. Já se passou um tempão e essa lenda continua solta pelos corredores. Essa história surgiu após o meu envolvimento amoroso com a Betty Faria, que era casada naquela época com o Daniel Filho. Para assumir o romance fiz uma carta para a revista ‘Amiga’ e acredito que essa coisa toda de cenoura tenha surgido para abafar a situação. Queriam que eu mostrasse um lado agressivo que na verdade eu nunca tive. Chegaram até a envolver o meu pai nessa trama. Por isso, vou colocar tudo no meu livro e isso é uma necessidade minha”, desabafou Mário ao EGO na tarde deste sábado, 7, durante a estreia de uma peça infantil na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

Quase sexagenário, casado e com filhos, Mário Gomes se divide entre trabalhos na TV e os processos na justiça que moveu por causa da “lenda da cenoura”: “Isso é uma questão de tempo. Essa coisa de justiça é assim mesmo. Tenho absolutamente tudo documentado e anexado aos processos. As pessoas hoje em dia me olham e não sabem ao certo o que eu sou. Por isso eu preciso escrever esse livro. O Neymar por exemplo, não vai durar para sempre e eu também sei que não vou”, concluiu.”

Foto: Roberto Teixeira/ EGO

dica do Moisés Gomes

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments