Publicado por Peculiarizar

Não é apenas quanto aos livros digitais que circulam muita discussão e polêmica. A banda desenhada também vem enfrentando essa transformação. Uma dessas questões gira em torno da ”tela infinita” de quadrinhos digitais que não se pode fazer com papel e tinta tradicional.

Vale lembrar, no entanto, que existem coisas que você pode fazer com essas ferramentas tradicionais, assim como Yusuke Murata fez.

Murata, do seguimento Hetappi Manga Research Lab R, usa papel dobrado, recortes, e até mesmo luzes mostradas através de papel para criar uma história pastelão tridimensional de um artista de manga literalmente fugindo de seus prazos.

O resultado é lúdico e cheio de ação!

Quer saber como termina? Se ele consegue atender dentro do prazo? Então, visite o restante da história.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments