Publicado por OBVIOUS.

Samir Mesquita é um curitibano que se define como alguém de poucas palavras; talvez seja por esta característica que possa transitar com com tanta desenvoltura pelo mundo dos microcontos.

 

Samir Mesquita caixa fosforo conto hemingway

Definir o que seria um microconto não é muito fácil; embora encontrando consenso entre os escritores e especialistas das Letras de todo mundo, de que são prosas curtíssimas que se valem apenas de poucas palavras para começarem a existir. Porém eles acabam esbarrando em alguns preceitos da poética e mesmo da prosa, se não esbarrando, misturando-se a eles. Um exemplo disso é que, eventualmente, pequenos contos são confundidos com os famosos haikais, textos poéticos cujo formato é sempre conciso e objetivo.

Mas, discussões à parte, o que todos concordam é que a difícil arte de contar histórias usando pouco mais ou pouco menos de cinqüenta palavras é algo que Samir Mesquita faz bem. Nascido em Curitiba, cidade sulista brasileira, mas que vivendo hoje em São Paulo, o escritor lançou recentemente o seu livro “Dois Palitos” onde rapidíssimas e impactantes histórias nos apresentam bêbados, suicidas, divórcios, mulheres da vida e algum amargor.

E, no estilo do autor, “Dois Palitos” é também um livro micro porque os contos vêm empilhados dentro de uma simpática caixinha de fósforos (que inclusive funciona). Para comprar o livreto e conhecer o microblog de Samir Mesquita, é só visitar a página do autor onde também estão disponíveis contos rápidos numa apresentação bastante interessante. Alguns deles você pode conferir logo aqui abaixo.

Samir Mesquita caixa fosforo conto hemingway

 

Samir Mesquita caixa fosforo conto hemingway

Samir Mesquita caixa fosforo conto hemingway

Samir Mesquita caixa fosforo conto hemingway

Samir Mesquita caixa fosforo conto hemingway

Samir Mesquita caixa fosforo conto hemingway

 

Samir Mesquita

 

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments