Publicado por Folha.com

O escritor brasileiro Dalton Trevisan, 86, foi anunciado o vencedor da 24ª edição do Prêmio Camões nesta segunda-feira (21), em Lisboa. A premiação, criada em 1988 por Brasil e Portugal, é o principal reconhecimento da literatura em língua portuguesa.

O júri, formado por seis representantes de Portugal, Brasil, Moçambique e Angola, reuniu-se nesta manhã para eleger o ganhador. Dalton Trevisan foi premiado por sua “dedicação ao fazer literário”, segundo o escritor Silviano Santiago, um dos integrantes do júri.

“A escolha de Dalton Trevisan foi unânime. Houve uma discussão maravilhosa entre os membros do júri de cerca de duas horas e depois chegamos a essa decisão consensual”, afirmou Santiago em nota divulgada pela Fundação Biblioteca Nacional, responsável pelo prêmio no Brasil. “Primeiramente, pela contribuição extraordinária de Dalton Trevisan para a arte do conto, em particular para o enriquecimento de uma tradição que vem de Machado de Assis, no Brasil, de Edgar Allan Poe, nos EUA, e de Borges, na Argentina.”

Nascido em Curitiba em 14 de junho de 1925, Dalton Jérson Trevisan é autor de “O Vampiro de Curitiba” (1965), uma das suas obras mais conhecidas. O escritor venceu quatro prêmios Jabuti –por “Novelas Nada Exemplares”, em 1960, “Cemitérios dos Elefantes”, em 1965, “Ah, É?”, de 1995, e “Desgracida”, em 2011.

Entre outros títulos notáveis do escritor estão “Vozes do Retrato – Quinze Histórias de Mentiras e Verdades” (1998), “O Maníaco do Olho Verde” (2008), “Violetas e Pavões” (2009) e “O Anão e a Ninfeta” (2011).

Dalton Trevisan, vencedor do Prêmio Camões, que não se deixa fotografar, em uma de suas raras imagens (Reprodução)

Veja abaixo os vencedores de todas as edições anteriores do Prêmio Camões:

1989 – Miguel Torga (poeta e romancista português)
1990João Cabral de Melo Neto (poeta brasileiro)
1991 – José Craveirinha (poeta moçambicano)
1992 – Vergílio Ferreira (romancista português)
1993Rachel de Queiroz (romancista brasileira)
1994Jorge Amado (romancista brasileiro)
1995 – José Saramago (romancista português)
1996 – Eduardo Lourenço (crítico literário e ensaísta português)
1997 – Pepetela (romancista angolano)
1998Antonio Candido (crítico literário e ensaísta brasileiro)
1999 – Sophia de Mello Breyner Andresen (poeta portuguesa)
2000Autran Dourado (romancista brasileiro)
2001 – Eugénio de Andrade (poeta português)
2002 – Maria Velho da Costa (romancista portuguesa)
2003Rubem Fonseca (romancista brasileiro)
2004 – Agustina Bessa Luís (romancista portuguesa)
2005Lygia Fagundes Telles (romancista brasileira)
2006 – José Luandino Vieira (escritor angolano; recusou o Prêmio Camões)
2007 – António Lobo Antunes (romancista português)
2008João Ubaldo Ribeiro (romancista brasileiro)
2009 – Armênio Vieira (escritor de Cabo Verde)
2010Ferreira Gullar (poeta brasileiro)
2011 – Manuel António Pina (poeta, cronista, dramaturgo e romancista português)

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments