Publicado originalmente na Zero Hora

O jornalista, cronista e escritor Ivan Lessa, filho do também escritor Orígenes Lessa, morreu na noite de sexta-feira, aos 77 anos, em Londres, onde estava radicado há mais de 30 anos.

Além de editor, Lessa foi um dos principais colaboradores do jornal O Pasquim, ao lado de nomes como Sérgio Cabral, Paulo Francis, Tarso de Castro e Millôr Fernandes. O jornalista Lessa tem três livros publicados: a coletânea de contos Garotos da Fuzarca (1986) e as seleções de crônicas Ivan Vê o Mundo (1999) e O Luar e a Rainha (2005). Lessa morava em Londres, de onde escrevia crônicas três vezes por semana para a BBC Brasil.

Segundo informações do G1, a viúva de Lessa, Elizabeth, disse que ele sofria de enfisema pulmonar e tinha problemas respiratórios graves. Elizabeth contou que encontrou Ivan Lessa morto ao chegar à noite em casa e calcula que ele tenha morrido entre as 16h e as 18h pelo horário local.

A última crônica de Lessa na BBC Brasil, postada na sexta-feira, era sobre o escritor francês Roland Topor, conhecido como grande frasista, e terminava fazendo referência a outro jornalista que morreu recentemente e fez história no jornalismo no Pasquim: “E assim, cada vez que um ‘frasista’ passar por perto de mim, leve uma nossa: minha e de Millôr. Dois contra um a gente ganha mole”.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments