Publicado originalmente no Correio do Estado

As músicas de Adele têm uma melancolia e uma tristeza únicas. Uma nova biografia da cantora revela histórias que ajudam a entender de onde vem a inspiração. “Adele: the biography“, de Marc Shapiro, conta que Adele já teve problemas com o álcool e um relacionamento péssimo com o pai que influenciou negativamente os relacionamentos da cantora mais bem-sucedida da atualidade.

“A relação dela [Adele] com o pai está morta e terminada”, contou Shapiro ao site “In Touch”. “Adele beberia mais do que o normal para reparar o desgosto”, emendou, sobre a relação pai e filha.

Por isso, a cantora teria passado a procurar relacionamentos cheios de drama, com garotos que a tratassem mal. O primeiro amor de Adele foi um menino bissexual partiu seu coração depois de traí-la.

“Estava tão bêbada quando apareci, às 2h, que eu esquecia a letra das minhas próprias canções… É a pior coisa que poderia ter feito” revelou Adele numa entrevista que está no livro.

Shapiro diz ainda que, neste mesmo show, ela caiu do banquinho onde estava sentada. A biografia será lançada em julho, nos Estados Unidos, ainda sem previsão lançamento no Brasil.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments