John Travolta

John Travolta (AFP)

Publicado originalmente no A Crítica

Um morador de Los Angeles, autor de um livro sobre seus supostos encontros homossexuais com John Travolta, entrou com uma ação na justiça por difamação contra o ator e seu advogado.

Segundo o site tecontei, Robert Randolph, alega que Travolta e seu advogado Martin Singer fizeram declarações falsas sobre sua saúde mental em 2010, numa tentativa de convencer o público a não comprar o livro.

Conforme a notícia, o advogado de Randolph busca danos não especificados na ação legal registrada na Corte Superior de Los Angeles. Ele chamou o processo de “absurdo”, dizendo que era baseado numa carta privada ao editor de um blog de fofocas e “completamente privilegiado pela lei”.

O porta-voz do ator chamou as acusações de “completas ficções” e ambos os acusadores abandonaram rapidamente as ações legais em maio, após dúvidas serem lançadas sobre os detalhes dos supostos encontros.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments