Imagem: Design da cidade de São Paulo – Acervo BDM

Rafael Castellar das Neves, no Livros e Afins

Está disponível a Biblioteca Digital Mundial (www.wdl.org). Impulsionada pela UNESCO e outras 32 instituições, a BDM reúne mapas, textos, fotos, gravações e filmes de todos os tempos e explica em, sete idiomas, as joias e relíquias culturais de todas as bibliotecas do planeta.

Abdelaziz Abid, coordenador do projeto, informa que, sobretudo, trata-se de um caráter “patrimonial”. A BDM não oferecerá documentos correntes, a não ser “com valor de patrimônio, que permitirão apreciar e conhecer melhor as culturas do mundo em idiomas diferentes: árabe, chinês, inglês, francês, russo, espanhol e português. Mas há documentos em linha em mais de 50 idiomas”.

Entre os itens do seu conteúdo está, por exemplo, a Declaração de Independência dos Estados Unidos, assim como as Constituições de numerosos países; um texto japonês do século XVI considerado a primeira impressão da história; o jornal de um estudioso veneziano que acompanhou Fernão de Magalhães na sua viagem ao redor do mundo; o original das “Fábulas” de La Fontaine, o primeiro livro publicado nas Filipinas em espanhol, a Bíblia de Gutemberg, e pinturas rupestres africanas que datam de 8.000 A.C.

Fica a dica!

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments