Vi no Facebook

Você já leu alguma obra do Sapo Boi?? E do Urso Polar? Nunca leu?…Tem certeza?

Na verdade esses são apelidos de escritores famosos, objeto de um estudo minucioso feito pelo pesquisador Claudio Cezar Henriques, pesquisador da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.
(Sapo Boi era Olavo Bilac e Urso Polar era o apelido de Carlos Drummond de Andrade)

A lista inclui casos por demais reiterados nos meios literarios brasileiros, como Bruxo do Cosme Velho (para Machado de Assis), Águia de Haia (para Rui Barbosa),”Gauche” (para Carlos Drummond de Andrade).
Há outros apelidos somente reconhecidos por um público restrito ou especializado, como Fly (para Filinto de Almeida ), Grande Personagem (para Hilda Hilst), Paiaçu (para o Padre Antonio Vieira).
E tem ainda os “auto-epítetos”, formas como os escritores se chamavam em ambiente familiar ou entre seus amigos, como são os casos de Urso Polar (Carlos Drummond de Andrade assim se referia a si mesmo), Poeta Menor (“auto-epíteto” de Manuel Bandeira).

E tem ainda as alcunhas irônicas que alguns autores ou críticos atribuíam a escritores por sarcasmo e inveja , como o apelido Chulé de Apolo (dado por Oswald de Andrade para Ledo Ivo), Sapo-Boi (dado por Manuel Bandeira para Olavo Bilac) e Judas do Brasil (para o Padre Vieira).

Aqui outros apelidos de escritores famosos:

Alberto de Oliveira – Príncipe dos Poetas Brasileiros
Ana Cristina César – Escritora Maldita, Poeta Maldita
Aureliano Lessa – Bardo Fluminense
Bernardo Guimaràes – Bardo Mineiro
Carlos Drummond de Andrade – Gauche, Urso Polar
Castro Alves – Poeta dos Escravos
Cruz e Sousa – Cisne Negro, Poeta Negro
Dalton Trevisan – Escritor Maldito, Escritor Misterioso
Filinto de Almeida – Fly
Glauco Mattoso – Poeta da Crueldade, Poeta Sinistro
Graciliano Ramos – Graça, Velho Graça
Gregorio de Matos Guerra – Boca do Inferno
Hilda Hilst– Grande Personagem
João Antonio – Escritor Maldito
João Cabral – Engenheiro das Palavras, Poeta Diplomata
Jorge Amado – Escritor Maldito
José de Alencar – Patriarca da Literatura Brasileira
José de Anchieta – Poeta Missionario
Ledo Ivo – Chulé de Apolo
Machado de Assis – Bruxo, Bruxo do Cosme Velho
Manoel Bandeira – Bardo, Poeta Menor
Mário de Andrade – Decano do Modernismo, Pai do Modernismo
Monteiro Lobato – Pai do Jeca Tatu
Nelson Rodrigues – Escritor Maldito
Olavo Bilac – Príncipe dos Poetas Brasileiros, Sapo-Boi
Oswald de Andrade – Calcanhar-de-Aquiles do Modernismo
Padre Antonio Vieira – Paiaçu (Pai Grande), Judas do Brasil
Paulo Coelho – Alquimista, Bruxo, Mago
Raduan Nassar – Escritor Misterioso
Raquel de Queiroz – Rainha das Escritoras Brasileiras
Raul Bopp – Poeta Diplomata
Rui Barbosa – Águia de Haia
Vinicius De Moraes – Poeta Diplomata, Poetinha

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments