x
Publicado originalmente no blog L&PM

“Sou uma universitária de 24 anos com uma montanha de dívidas em crédito estudantil morando em casa e me preparando para uma carreira. Mas para minha mãe, tudo o que interessa é que eu sou solteira. Meu nome é Lizzie Bennet e esta é a minha vida.”

Qualquer semelhança com a personagem Elizabeth Bennet, de Orgulho e preconceito, não é mera coincidência. A jovem tagarela que apresenta o vlog “The Lizzie Bennet Diaries” é a versão moderninha da personagem mais famosa de Jane Austen. Ela assume o papel de narradora, conta suas peripécias e apresenta os demais personagens, sempre com aquela ironia que os fãs dos romances de Jane Austen já estão acostumados.

Mas esta Lizzie tem algo que a personagem de Jane Austen não tem: ela pode interagir com os fãs! Neste episódio, por exemplo, ela responde as perguntas enviadas via Tumblr:

A primeira frase de Orgulho e preconceito já dá o tom do romance: “É verdade universalmente reconhecida que um homem solteiro em posse de boa fortuna deve estar necessitado de esposa.” E assim, Jane Austen conduz o leitor até o lar dos Bennet, família com cinco noivas em potencial: Jane, Elizabeth, Mary, Kitty e Lydia. Quando dois jovens distintos chegam na cidade, todas ficam em alerta: eles são solteiros, bonitos e, claro, donos de uma boa fortuna. O que poderia ser uma típica história de amor é, nas mãos de uma das escritoras de língua inglesa mais lidas do mundo, um espetáculo de grandes personagens e diálogos sagazes, com um timing perfeito para a ironia.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments