Publicado originalmente na Época S. Paulo

Uma máquina colorida e barulhenta está estacionada na Praça da República, no centro da cidade, até domingo (29/07) atraindo olhares curiosos. Qualquer pessoa pode retirar uma senha, inserir um livro em bom estado e ao apertar um botão, o aparato emite alguns sons como se estivesse fabricando algo e, logo em seguida, ejeta outra obra literária – novinha em folha. É a “máquina do livro”, uma ação que faz parte da campanha “Entre no Clima da Bienal”, da Câmara Brasileira do Livro (CBL), antecipando a 22ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que acontece de 9 a 19 de agosto, no Pavilhão de Exposições do Anhembi.

Em três dias, a “A Incrível Máquina de Livros” distribuiu mais de 3 mil exemplares. A engenhoca, que tem um funcionamento parecido ao de um caixa automático, foi abastecida por doações de livros novos feitas por editoras. Agora, o estoque já contempla exemplares “trocados” pelos paulistanos. O aparelho ficará na Praça da República neste fim de semana das 9h às 16h. Segundo a Câmara Brasileira do Livro, o horário do almoço entre 12h e 14h costuma atrair maior público. Como alternativa, alguns interessados passaram a trocar livros enquanto esperavam na fila.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments