Rafael R., na Revista Época

Você está cansado da enorme excitação de Cinquenta tons de cinza – o livro mais comentado do momento? Poderíamos seguir recomendando a leitura de outros tantos romances eróticos que estão devidamente guardados nas estantes secretas da literatura. Coisas como os famosos livros de Marquês de Sade, os romances desconhecidos de Leopold von Sacher-Masoch ou alguns livros da escritora Catherine Millet, para citar alguns. No entanto, muitos leitores estão com a libido tão alta que resolvemos fazer algo diferente: recomendar uma lista alternativa com cinco livros para você baixar as altas temperaturas, recompor as forças e estimular outras partes do seu corpo, como o cérebro, por exemplo.

1. Deus foi almoçar, de Ferrez
De uma hora para outra a vida cotidiana de um homem comum perde totalmente o sentido e ele não sabe como reagir. Assim começo o périplo de Calixto até a sua redenção. É como topar com Dostoiévski e Herman Melville na periferia da vida.

2. O perseguidor, de Júlio Cortázar
Um crítico musical persegue uma lenda do jazz chamada Johnny Carter na tentativa de compreender e apresentar ao público sua obra brilhante e sua vida atormentada. O conto pertence originalmente ao livro As armas secretas, publicado em 1959. A edição ganhou um belo tratamento gráfico com as ilustrações do quadrinista argentino José Muñoz.

3. O sentido de um fim, de Julian Barnes
Escrito de forma precisa e brilhante. O livro captura as dores e delícias do envelhecimento, do resgate da memória e da passagem irreversível do tempo.

4. Granta em português – volume 9
Com o subtítulo “Os melhores jovens escritores brasileiros”. Uma seleção que captura a diversidade e a ambição da nossa prosa contemporânea. Rende discussões excitantes na mesa do bar ou nas redes sociais.

5. Razão e sensibilidade, de Jane Austen
Um clássico! A história das irmãs Elinor e Marianne Dashwood continua sendo a melhor introdução sobre o amor, a desilusão e a dinâmica do casamento na sociedade inglesa do século XIX.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments