Alessandro Martins, no Livros e Afins

A Primeira Minibiblioteca Livre de Curitiba, criada pelo blog Livros e Afins, já existe há quase um ano e funciona normalmente: as pessoas podem pegar um livro a qualquer momento do dia ou da noite (pois ela fica na rua) e devolver quando quiserem. Ao contrário do que muitos disseram, os livros são devolvidos, ela recebe muitas doações e ninguém a depredou. Ao contrário, a comunidade a adotou e tem muito carinho por ela.

Araucária adota as minibibliotecas
A primeira cidade a adotar oficialmente o modelo foi Araucária, na região metropolitana de Curitiba. No ano passado conversei com a equipe da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Araucária que queriam saber sobre as ideias que havia por trás do conceito e, depois de alguns meses, eles implantaram as primeiras três casinhas. Semana que vem serão mais duas casinhas.

Tenho certeza de que a cidade será conhecida nacionalmente e talvez internacionalmente por ter sido a primeira a adotar esse modelo de distribuição e circulação de livros, que aposta na ética e na idoneidade do povo brasileiro.

Gostaria que você também conhecesse a Bibliopote: uma biblioteca que funciona em uma padaria: você pega um livro e devolve quando quiser sem ter de pedir para ninguém. Ela existe há quatro anos e funciona perfeitamente, também ao contrário de qualquer expectativa negativa.

Outras iniciativas que se inspiraram na Primeira Minibiblioteca de Curitiba

Funcionários de hotel doam livros à Minibiblioteca
Minibiblioteca inspira iniciativa cearense
Minibiblioteca em Nilópolis

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments