Mariana Miranda, de oito anos, publicou um livro sobre o dia a dia na escola (Foto: Anna Gabriela Ribeiro/G1)

Anna Gabriela Ribeiro, no G1

Não há criança que não goste de criar histórias, fazer desenhos e montar contos. Na fase da vida em que a imaginação está mais aflorada, o que as crianças mais precisam é do incentivo dos pais. Foi o que aconteceu com Mariana Fernandes Miranda, aos oito anos de idade ela mostrou ao pai uma história que havia escrito, e com isso, ele correu atrás de uma editora e conseguiu publicar o livro da filha.

Mariana, que mora em Santos, no litoral de São Paulo, se inspirou no dia a dia da escola e narrou as aventuras que vive com a melhor amiga. Intitulado de “Duas amigas e o segredo”, o conto chamou a atenção do pai da menina. “Desde pequena nós a incentivamos a ler livros e assistir programas educativos. Ela sempre desenhou e escreveu histórias, mas achei esta última mais interessante, porque tinha uma sequência, e no fim ela deixou um suspense curioso”, diz o pai da menina Vicente Miranda Neto. Depois de ler e ver as figuras, ele perguntou à filha se ela gostaria de ver a história publicada e a menina aprovou a ideia.

A partir de então, Vicente começou a correr atrás de realizar um sonho para a família. Ele mesmo escaneou os desenhos da filha e formatou as páginas para o encadernamento. Conseguiu publicar o livro em uma editora e, Mariana, de apenas 8 anos, virou um exemplo no colégio em que estuda. “Quis preservar os desenhos que ela fez e, a linguagem exatamente como foi escrita, para ficar bem original”, explica o pai.

‘Duas amigas e o segredo’ é o título do livro
(Foto: Anna Gabriela Ribeiro/G1)

Estudante da 3ª série do Ensino Fundamental, Mariana senta na primeira carteira da classe. As disciplinas favoritas são Matemática e Língua Portuguesa. O livro que a garota escreveu foi tema de uma atividade em classe. “Adoro as rodas de conversa, em que a professora traz um livro de contos para os alunos discutirem, fiquei feliz quando o meu livro foi usado nessa atividade”, afirma Mariana.

A professora Renata Vasconcelos ressalta que a jovem escritora sempre foi ótima aluna. “Ela é atenciosa, dedicada, sempre se prontifica a ler redações na frente da classe e é muito carinhosa com os amigos”, diz a professora. Mariana afirma que ainda quer publicar muitos livros e, dá dicas para os amigos que têm o mesmo sonho. “Tem que ler muito e prestar atenção nas aulas de Português”, afirma.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments