Roupas usadas por Michael Jackson, morto em 2009, são tema de livro escrito por Michael Bush (Foto: Reuters/Pop Regalia LLC)


Publicado originalmente no G1

Michael Jackson foi um artista único, que supervisionava todos os detalhes de seus shows, da coreografia ao strass e pérolas cuidadosamente costuradas à mão em suas roupas, disse seu antigo figurinista. Tanto quanto a música e a dança caracterizaram a superestrela do pop, Jackson também ficou conhecido por seu estilo, de roupas militares a luvas incrustadas de jóias, chapéus e jaquetas cuidadosamente elaboradas.

Em um novo livro, “O rei do estilo: Vestindo Michael Jackson”, em tradução livre, Michael Bush, o homem que desenhou e costurou os figurinos que Jackson usou no palco por 25 anos até a morte do pop star em 2009, apresenta uma visão dos bastidores do astro e do desenvolvimento do estilo que se tornou sua marca registrada.

“As roupas tinham que trabalhar em torno do modo como ele estava se apresentando”, disse Bush à Reuters em uma entrevista por telefone. “Era uma camada adicional de refinamento e detalhe que ele projetava para sua audiência.”

Tudo que Jackson vestia tinha um foco e era uma extensão do que ele fazia no palco, com a dança tendo um papel fundamental no design das roupas. Ele preferia strass e miçangas porque elas refletiam com a luz do palco.

Funcionalidade e conforto eram essencial, com gravatas e franjas proibidas porque poderiam ser agarradas por fãs. “Tudo era muito bem pensado”, disse Bush, acrescentando que na medida que os estádios ficavam maiores, as calças de Jackson ficavam cada vez menores, para que suas meias de strass pudessem ser vistas.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments