Suellen Smosinski, no UOL

Foto publicada no Facebook na última quarta-feira (24)

Na última quarta-feira (24) um policial militar entrou sem autorização em uma sala de aula do ensino fundamental do CEU Parque Bristol, na zona sul de São Paulo, para repreender alunos que estariam chamando os policiais de “coxinha” pela janela.

Uma foto do momento da ação foi divulgada no Facebook e compartilhada por mais de 1.600 pessoas, até a publicação da matéria, seguida por comentários que afirmam que o policial teria ameaçado e coagido os alunos.

O perfil das Mães de Maio publicou o seguinte relato no Facebook sobre a foto: “… as crianças mexeram com eles pela janela chamando-os de ‘coxinha’. Isso foi o suficiente para eles invadirem a escola, entrarem nessa sala de oitava série e cometer atrocidades como ameaças de morte, coação, engatilhar armas, humilhá-los, chamá-los de marginais, enfim…atitudes dignas de homens ‘corajosos’. Esse é nosso pais. Essa escola é municipal. CEU EMEF Parque Bristol”.

A Secretaria Municipal de Educação confirma que o policial entrou na escola para repreender os estudantes sem pedir autorização e diz que comunicou o fato à SSP (Secretaria de Segurança Pública do Estado) e também afirma que a gestora da unidade entrou em contato com o 46º Batalhão da Polícia Militar logo após o ocorrido.

Segundo o centro de comunicação social da PM, “o secretário Antonio Ferreira Pinto determinou que a ocorrência seja rigorosamente investigada pela Corregedoria da Polícia Militar”. A nota também afirma que “a SSP não tolera abusos de policiais e, se confirmadas as denúncias, eles serão afastados e punidos”.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments