Publicado por Ilustrada

Os leitores que esperavam por mais cenas eróticas no novo livro da escritora britânica E.L. James, autora do sucesso “Cinquenta Tons de Cinza”, podem ficam desapontados. A escritora disse, em entrevista ao site do jornal “New York Post”, que seu novo livro será bem mais comportado.

Durante uma festa promovida pela revista “Vanity Fair” aos convidados da cerimônia do Oscar, no último domingo (24), em Los Angeles, a autora da famosa triologia disse que seu futuro romance “não será nem de perto tão picante” e que ela deve escrevê-lo usando um outro pseudônimo.

O livro de E.L. James é o primeiro de uma trilogia erótica que se transformou em um fenômeno em 2012 ao vender 5,3 milhões de cópias no Reino Unido e mais de 20 milhões de exemplares ao redor do mundo.

“Cinquenta Tons de Cinza” foi catalogado pela crítica como “pornô para mães” e recebeu o prêmio com o qual tradicionalmente a indústria editorial britânica reconhece os grandes best-sellers do ano.

James já havia adiantado que planejava escrever novos romances, mas que seus próximos livros não deveriam se aproximar da temática erótica de “Cinquenta Tons de Cinza”. “Tenho outras histórias a serem contadas antes de uma sequência de ‘Cinquenta Tons’.”

A trilogia, que se inicia com o romance “Cinquenta Tons de Cinza”, conta a história de um milionário dominador que se relaciona com um jovem universitária tímida e inexperiente e começa a envolvê-la com jogos eróticos.

O novo romance de E.L. James ainda não tem previsão de chegar às livrarias.

A escritora britânica E.L James, autora da trilogia de sucesso "Cinquenta Tons", que planeja escrever novos romances (Víctor Lerena/Efe)

A escritora britânica E.L James, autora da trilogia de sucesso “Cinquenta Tons”, que planeja escrever novos romances (Víctor Lerena/Efe)

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments