Um grupo de estudantes da Universidade de Oxford está pedindo a readmissão de um bibliotecário que teria sido demitido após a gravação de um vídeo no estilo “Harlem Shake”.

Estudantes fazem sua versão de Harlem Shake em biblioteca

Estudantes fazem sua versão de Harlem Shake em biblioteca

Cerca de 30 estudantes participaram de uma versão da dança, que virou mania na internet, gravada na biblioteca do Saint Hilda College, que faz parte da universidade. O vídeo teve mais de 5 mil visualizações no You Tube.

O Saint Hilda’s Junior Common Room, uma espécie de entidade que representa estudantes da instituição, aprovou uma moção em que pede que o bibliotecário seja reintegrado.

Um porta-voz da Universidade de Oxford disse que a entidade não vai fazer nenhum comentário sobre o assunto.

A presidente da associação dos estudantes, Esther Gosling, disse que o bibliotecário foi demitido e cinco estudantes multados em quantias entre 30 e 60 libras (cerca de R$ 90 a R$ 180) depois que o vídeo foi postado na internet, em fevereiro.

Gosling acrecentou que a gravação ocorreu na biblioteca pouco antes da meia-noite. Ela insistiu que o bibliotecário não estava envolvido na organização e “não poderia ter evitado o ocorrido”.

“Não queremos julgar as autoridades da faculdade ou as decisões que elas tomam, mas, neste caso, acho que a reação foi excessiva, e a demissão é injusta”, completou.

Gosling disse ainda que a faculdade respondeu à associação de alunos que não poderia comentar assuntos de seu departamento pessoal.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments