Laís Guidi no Catraca Livre

“Que livro você vai ler nas férias?”. Foi a partir dessa pergunta que seis estudantes universitários indicaram livros para ler durante as férias de julho.

Levando em conta o gosto pessoal, tempo livre e até indicações de amigos, cada um deles sugeriu uma obra para aproveitar essa época tão aguardada do ano. Afinal, férias é tempo de relaxar, e para isso nada melhor do que um bom livro.

Todos os títulos podem ser encontrados no site Estante Virtual, e os preços variam entre R$ 5 e R$ 40 aproximadamente.

Confira quais livros os estudantes indicaram e o que têm a dizer sobre eles:

O Símbolo Perdido

“O Símbolo Perdido”, de Dan Brown – “Pretendo terminar de ler esse livro e logo em seguida ler ‘Anjos e Demônios’, porque se você não pegar essa série para ler com calma, vai esquecendo o que acontece e perde a linha. Esses livros que tem muitos detalhes eu acabo lendo mais devagar, então preciso de mais tempo.”, Fernanda Labate, estudante do curso de jornalismo da ESPM

A Sombra do Vento

“A Sombra do Vento”, de Carlos Ruiz Zafón – “Quero ler esse porque gosto muito de livros que falam de outras épocas e de tramas que são bem costuradas. Sem muitos clichês, mas algo que vai te prendendo aos pouquinhos na história. Pelas primeiras impressões que tive do livro, ele tem uma atmosfera meio nebulosa e pesada, e eu gosto desse tipo de leitura.”, Livia Damasceno, estudante do curso de relações internacionais da PUC

 

Eragon

“Eragon”, de Christopher Paolini – “Na verdade eu comecei a ler esse livro no período das aulas, mas como ele é cheio de detalhes, resolvi deixá-lo reservado para quando tivesse mais tempo de ler. Para quem gosta da era medieval, dragões e etc, ele é uma ótima escolha. Eu quis fugir um pouco dessas histórias ‘água com açúcar’, e mergulhar no mundo das criaturas mágicas e ficção.”, Giovanna Hueb, estudante do curso de jornalismo da ESPM

Muito longe de casa

“Muito longe de casa”, de Ishmael Beah – “O livro foi uma indicação de um professor do cursinho (em 2011), e conta a história de uma criança-soldado que, depois de ter uma infância difícil, obteve ajuda da Unicef e pôde escrever sobre a sua história de vida. Queria ter lido antes, mas só vou poder agora.”, Renato Bonfim, estudante do curso de jornalismo da ESPM
A paixão segundo G.H.

“A paixão segundo G.H.”, de Clarice Lispector – “Os motivos que me levam a essa escolha são muitos, mas principalmente o prazer de entrar em contato com Clarice e ver como em simples histórias existe grande profundidade e emoção. O enredo parece inicialmente banal, porém leva a discussões interessantes para se pensar e levar para a vida. Nesse livro, amor e mistério se misturam, e é justamente isso que chamamos de paixão.”, Juliana Bradaschia, estudante do curso de engenharia química da Escola Politécnica da USP

O Hobbit

“O Hobbit”, de  J. R. R. Tolkien – “Fiz a ‘besteira’ de assistir o filme. Não que o longa seja ruim, pelo contrário, mas é tão incrível que a vontade de ler o livro e o arrependimento por ainda não tê-lo folheado cresceu. A história já havia sido recomendada por muitos amigos, dos quais ouvi diversas vezes que a aventura que precede ‘O Senhor dos Anéis’ fica muito mais incrível quando lida. Com certeza esse livro tem lugar garantido na minha prateleira para as férias.”, Gabriel Cinato, estudante do curso de publicidade e propaganda da Universidade Presbiteriana Mackenzie

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments