1

Julia Romeu, no Literatortura

Quem assiste o seriado Os Simpsons sabe: Lisa é uma leitora voraz, daquelas que buscam tudo nos livros, desde a resposta para qualquer pergunta até as amizades que não consegue encontrar no mundo real (as outras crianças de Springfield não são tão ilustradas quanto ela). Alguém até já criou um tumblr (aqui) só para compilar as imagens que mostram a irmã do meio dos Simpsons lendo livros e revistas, tanto reais quanto fictícios. Aí vão dez exemplos que mostram que você ainda vai ter que exercitar muito seus músculos da leitura para chegar perto de Lisa:

1

1. Aqui Lisa aparece lendo The bell jar, traduzido para o português como A redoma de vidro, único romance da poetisa americana Sylvia Plath e um dos livros mais belos e perturbadores de todos os tempos.

2

2. Nessa imagem, Lisa está com um volume de fábulas dos Irmãos Grimm, considerado um dos livros que fundou a literatura ocidental.

3

3. Lisa mostra que também curte não-ficção lendo o clássico da história, Ascensão e queda do Terceiro Reich, de William L. Shirer.

4

4. Enquanto os outros fazem bagunça no colégio, Lisa mergulha na poesia triste e bonita de Emily Dickinson.

5

5. Aqui, Lisa lê um livro do Harry Potter, mas não parece muito impressionada com ele. É tudo pose: quando conheceu J.K. Rowling num episódio passado na Inglaterra, ela confessou que seu sonho era casar com o bruxo mais famoso de todos os tempos quando eles crescessem.

6

6. Mais uma vez mostrando seu amor pela poesia, Lisa lê um exemplar de Leaves of Grass, traduzido para o português como Folhas de relva, maior obra do poeta americano Walt Whitman.

7

7. Lisa sabe que quadrinhos são leitura de altíssima qualidade: aqui, ela aparece com um livro do Tintim, repórter criado pelo cartunista belga Hergé.

8

8. Lisa encara as mais de 1.000 páginas de Os irmãos Karamazov, do brilhante romancista russo Fiodor Dostoievski, provando que quando um livro é bom, ele nunca pode ser longo demais.

9

9. Lisa também gosta de teatro: aqui, ela lê Man and superman, que o dramaturgo britânico George Bernard Shaw escreveu baseando-se no conceito do Super-Homem de Nietzsche.

10

10. Mas Lisa sabe que não só de livros vive um leitor – aqui está ela com uma edição da revista Wired, que anuncia na capa uma sensacional invenção: a cueca eletrônica.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments