Publicado no Terra

Mutis era um dos melhores amigos de Gabriel García Márquez Foto: AFP

Mutis era um dos melhores amigos de Gabriel García Márquez Foto: AFP

Considerado um dos maiores escritores latino-americanos da atualidade, o colombiano Álvaro Mutis morreu neste sábado na Cidade do México, onde vivia há décadas, segundo informações da agência EFE.

Ele estava hospitalizado desde o último domingo e morreu por conta de uma “longa doença”, não especificada pela família.

Entre as obras poéticas de Mutis, destacam-se Los elementos del desastre (1953), e Memoria de los hospitales de ultramar (1959). Como romancista, escreveu La mansión de Araucaíma (1973).

Em 1997, ganhou o Prêmio Príncipe de Astúrias das Letras e, em 2001, o Cervantes, a distinção máxima dada aos escritores em língua espanhola.

O Nobel de Literatura Gabriel García Márquez, também colombiano e vivendo no México, era um dos melhores amigos de Mutis e lamentou a morte em sua conta no Twitter.

No último ano, quando completou 90 anos, o autor recebeu diversas homenagens na Colômbia e teve uma série de seus romances reproduzidos em pequenos filmes.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments