Publicado no Bonde

A leitura é um hábito saudável que resulta em mais conhecimento e sabedoria. O que não é benéfico é a bagunça causada pelo acúmulo de livros. Para resolver esse problema, basta especificar as estantes e prateleiras adequadas. Com a ajuda de quem entende do assunto, é possível criar um espaço agradável e personalizado

Mesmo em tempos de tablets e leitores eletrônicos, ainda é maioria aqueles que não abrem mão de comprar – e acumular – o bom e velho livro. Por conta desse hábito, logo se formam pilhas de livros pela casa. Mas esse problema pode ser facilmente resolvido com a adesão de uma estante ou prateleira. Ambos os móveis podem transformar a bagunça em estilo. Profissionais dão dicas de como lançar mão desses elementos de forma correta.

“A prateleira tem que ser de marcenaria, com espessura maior. Normalmente, é chumbada com uma estrutura metálica interna porque o peso do livro é grande e a carga é pontual, não é distribuída”, salienta a arquiteta Estela Netto. Ela acrescenta ainda que é ideal fechar a prateleira com portas de vidro: “Quem tem biblioteca gosta de ver o livro, porém, ele fica muito empoeirado quando exposto. O vidro mantém essa visibilidade, mas o deixa limpo e menos propenso a pegar traça e mofo”.

Henrique Queiroga - <i>Projetos de Marina Dubal: As prateleiras possuem a divisão crucial para a composição do ambiente. </i>
Projetos de Marina Dubal: As prateleiras possuem a divisão crucial para a composição do ambiente.

A também arquiteta Marina Dubal, comenta como deve ser o acabamento da estante. “Ela deve estar em harmonia com cada ambiente. Materiais como laca, madeira maciça ou compensado laminado podem criar efeitos interessantes na decoração”, ensina. A profissional acrescenta: “O ideal é que a estante ocupe toda a altura da parede. Quando o pé-direito for alto, ela pode ser alinhada outros elementos, como portas e vigas”.

Quanto ao uso de cores, tanto prateleiras quanto estantes podem sim ser coloridas, mas é recomendável cautela na escolha dos tons. “Várias cores realmente competem com os livros, não fica legal. Normalmente, quem tem uma biblioteca quer a marcenaria mais discreta para destacar a quantidade e qualidade dos livros expostos”, explica Estela.

As profissionais também chamam a atenção para a versatilidade desse tipo de móvel. “Estantes e prateleiras para livros caem bem na sala de estar e jantar e em quartos, principalmente se for a estante”, destaca Marina. Mas independente do lugar que forem inseridos na casa é necessário que haja boa circulação de ar. “É importante ter ventilação para evitar o mofo. A climatização também é necessária, pois a umidade ou excesso de calor também prejudicam o livro. Deve-se evitar também que o sol incida diretamente sobre a marcenaria que abriga os livros”, lembra Estela.

Josmar Bragança - <i>Projeto de Estela Netto: a prateleira planejada recebeu portas de vidro para proteger os livros da poeira</i>
Projeto de Estela Netto: a prateleira planejada recebeu portas de vidro para proteger os livros da poeira

Prateleiras ou estantes: seja qual for a escolha, os amantes de livros devem ter em mente que esses móveis precisam ser resistentes e planejados. “Livros são objetos que, além de fazerem parte da história de vida de cada um, podem fazer parte da decoração de um ambiente dando cor e personalidade”, encerra Marina.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments