Publicado no Terra

Roberto Carlos prepara autobiografia e diz que vai falar de acidente na infância Foto: Alex Palarea e André Muzell  / AgNews

Roberto Carlos prepara autobiografia e diz que vai falar de acidente na infância Foto: Alex Palarea e André Muzell / AgNews

Roberto Carlos falou pela primeira vez sobre a polêmica das biografias não autorizadas em entrevista ao Fantástico, exibido neste domingo (27). Ele apresentou um ponto de vista mais flexível e revelou à Renata Vasconcellos que está preparando a própria biografia e que contará sobre o acidente na infância.

 

Em consequência de uma ação judicial movida por Roberto Carlos, em 2007, milhares de exemplares da biografia Roberto Carlos em detalhes, escrita pelo jornalista e historiador Paulo César de Araújo, foram recolhidos das livrarias em todo o País.

 

O grupo Procure Saber, do qual o rei faz parte, ao lado de outros artistas, fez um anúncio em outubro de 2013: eles não aceitam mudanças na lei que trata de biografias no Brasil. Querem que o biografado continue a ter o direito de proibir uma obra não-autorizada.

 

O artista deu sua opinião sobre o projeto de lei que está no Congresso e que permite, que pretende liberar a publicação de biografias sem a autorização do biografado. “Acho que tem que se conversar e chegar a esse equilíbrio. Não é que mudei de opinião. Há algum tempo, para proteger o direito a privacidade, era preciso não permitir uma biografia não autorizada”.

 

Sobre tomar uma atitude apenas depois da publicação, com um pedido de indenização, ele salientou: o resultado é um pouco tardio.

 

Questionado se não daria para as pessoas julgarem pelo critério próprio se vale a pena dar respaldo para o que está escrito ou não, o cantor diz: “não dá para as pessoas avaliarem. Nesse caso não. Precisa conversar, discutir e chegar a uma conclusão para todo mundo”.

 

Ele agora se diz a favor das biografias “porém com certos ajustes que têm que acontecer”. “Tem que haver equilíbrio para que a lei não venha a prejudicar o lado de um nem do outro. Que não fira liberdade de expressão e nem a privacidade”.

 

Renata Vasconcellos perguntou se Roberto permitiria a biografia dele que foi feita há alguns anos. “Isso tem que ser discutido”, despistou o rei.

 

“O biografo pesquisa uma historia que está feita pelo biografado. Narra uma história que não é dele. E a partir do momento que escreve ele passa a ser dono dessa história”, defendeu.

 

O astro afirmou estar escrevendo sua história com detalhes que sabe “muito mais que outra fonte”. A jornalista questionou: “quem escreveria a biografia do Roberto com as bênçãos do rei?” Roberto foi direto: “eu”.

 

“Às vezes os biografados não querem contar tudo, não é roberto? “, insistiu Renata.  O cantor disse que vai abordar tudo, inclusive o acidente que sofreu aos 6 anos de idade, em que teve a perna prensada, atropelado por um trem. “Ninguém poderá contar do meu acidente melhor do que eu. Ninguém poderá contar o que eu senti e passei”.

 

Roberto atualmente procura um autor que finalize o livro, ou livros, afinal, são muitos anos de vida e carreira.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments