Data completa 203 anos em 29 de outubro de 2013

Gestor, no ProfessoresNews

Dia 29 de outubro é o Dia Nacional do Livro! E você sabe por quê? Por que foi nesse dia, em 1810, que a Real Biblioteca Portuguesa foi transferida para o Brasil, quando então foi fundada a Biblioteca Nacional e esta data escolhida para homenagear e ressaltar a importância dos livros.

O Brasil passou a editar livros um pouco antes, a partir de 1808, quando D. João VI fundou a Imprensa Régia e a primeira obra editada foi “Marília de Dirceu”, do português Tomás Antônio Gonzaga, um romance que relata o amor do autor pela brasileira Maria Dorotéia Joaquina de Seixa, de quem fora noivo.

Passados 203 anos da instalação da Real Biblioteca Brasileira, a relação das pessoas com o livro tem se intensificado. De acordo com a pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, do Instituto Pró-Livro, divulgada em 2012, o Brasil é composto por 50% de leitores ou cerca de 88,2 milhões de pessoas. Na média, o brasileiro lê quatro livros por ano, sendo 2,1 livros inteiros e dois em partes. O estudo também mostrou um aumento na aquisição dos livros, de 48% contra 45%, em comparação com a pesquisa anterior, realizada em 2007.

Outro dado animador é o aumento no número de pessoas que leem mais atualmente. No ano passado, 49% dos entrevistados disseram estar lendo mais. Na pesquisa anterior, esse número era de 40%. Como na pesquisa passada, a bíblia segue sendo o livro mais lido, com 48% no total, mas seu grande índice está na faixa etária acima dos 70 anos, quando esse dado sobe para 73%.

Com relação aos jovens, por exemplo, os livros infantis são mais lidos na faixa etária de cinco a dez anos, com 66%, mas um dado importante concentra-se nas pessoas entre 30 e 39 anos, apontado por 19%, o que mostra que as mães têm desempenhado o papel de ler para os filhos. Outro dado interessante é que poesia, para os jovens de 14 a 17 anos, com 28%, é mais lida do que as histórias em quadrinhos, que aparecem com 27%.

Já os livros juvenis concretizam seu público-alvo e são mais lidos pelos jovens de 11 a 13 anos, com 28%, e de 14 a 17 anos, com 26%. Livros esotéricos, por exemplo, que não são muito lidos no Brasil, aparecem como mais lidos para 7% na faixa etária mais velha, entre 30 e 39 anos.

Fonte: Assessoria de comunicação do Instituto Pró-Livro (Jô Ribes Comunicação)

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments