1

Duda Delmas Campos, no Literatortura

Pense em uma amizade literária. Várias podem vir à cabeça, como Hemingway e Fitzgerald, Charlotte Brontë e Elizabeth Gaskell, Mário e Oswald de Andrade… Mas se estivermos falando de literatura fantástica, não resta dúvida quando à amizade mais icônica (e possivelmente mais fecunda!) de todas: J. R. R Tolkien e C.S. Lewis.

Os autores de “O Senhor dos Anéis” e “As Crônicas de Nárnia” foram amigos íntimos enquanto frequentavam o grupo de intelectuais chamado “Inklings” em um pub na Universidade de Oxford e muito influenciaram um ao outro. Essa amizade cobre mais de duas décadas, entre 1926 e os idos de 1940 e é justamente sobre seus finais e turbulentos anos, marcados pela Segunda Guerra Mundial e pelo afastamento dos dois, que a recém-anunciada produção cinematográfica “Tolkien & Lewis” vai tratar.

O bar que ambos frequentavam às quintas-feiras

O bar que ambos frequentavam às quintas-feiras

Embora ainda não tenham sido anunciados diretor ou elenco, muitos nomes bem renomados da indústria do cinema já assumiram seus papeis por trás das câmeras, conforme você pode conferir abaixo:

– O roteiro será assinado por Jacqueline Cook e Paul Bryan, uma escritora australiana e um roteirista britânico, respectivamente.

– O produtor da película é Werner Pramschufer, da Attractive Films, auxiliado pelo co-produtor Mark Cooper, que já trabalhou em filmes como “Shakespeare Apaixonado”, “Uma Semana com Marilyn”, “As Loucuras do Rei George” e “A Outra”. Enquanto isso, a produção executiva fica a cargo de Michael O’Sullivan, anteriormente da Paramout Pictures, Leo Cooper e Joan Lane, que participou do premiado “O Discurso do Rei”. Ou seja, é uma equipe experiente e competente em biografias, felizmente.

– Até quanto à música já temos um arranjo, com John Cameron, Graham Walker e o próprio Werner Pramschufer.

É importante lembrar que nunca antes Tolkien foi interpretado em um filme, e, ainda que Sir Anthony Hopkins já tenha dado vida a C. S. Lewis em “Terra de Sombras”, será muito complicado escolher um elenco adequado para a produção, razão pela qual são procurados atores que consigam expressar de maneira realista e profunda, sem estereótipos ou distorções, dois homens que revolucionaram para sempre os rumos da literatura fantástica. Algumas das dificuldades que podem vir a surgir quanto ao casting são as expectativas dos fãs e o posicionamento sempre protecionista da Tolkien Estate – os herdeiros do criador de nada menos que a Terra Média.

No mais, podemos esperar uma grandiosa história sobre grandiosos escritores sem os quais nada do que entendemos por fantasia poderia estar aqui. Como leitora de suas biografias, posso afirmar que suas vidas foram apaixonantes – não no sentido inspirador e piegas, mas pela genialidade de duas mentes absolutamente brilhantes! E toda essa grandiosidade já começa a ser visível nos primeiros pôster e slogan divulgados, nos quais podemos ver um Nazgûl, Aslan, o Um Anel e a chave do armário para Nárnia.

“Amizade muda tudo”

“Amizade muda tudo”

Para completar, a Attractive Films liberou uma pequena sinopse, cuja tradução você pode ler logo a seguir:

Tolkien & Lewis é um drama biográfico passado em uma Bretanha dividida pela Guerra em 1941, revelando como J. R. Tolkien e C. S. Lewis se tornaram os principais autores de fantasia do mundo. Ambos são superestrelas literárias, conhecidos mundo afora como os criadores da Terra Média e de Nárnia. Mas poucos sabem da importante e complexa amizade entre esses dois brilhantes mas disfuncionais acadêmicos de Oxford. Uma amizade sem a qual eles nunca poderiam haver escrito seus amados clássicos, “O Senhor dos Anéis” e “O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupas”. Conforme um ajuda o outro, Tolkien a enfrentar seus pesadelos psicóticos, Lewis a encontrar sua criança interior, a amizade dos dois parece mais profunda que nunca. Mas até mesmo as sociedades [“fellowships”, no original 😉 ] mais fortes são postas à prova. Quando Lewis revela seus contos de Nárnia e é catapultado aos holofotes com discursos inspirados pela fé na Rádio BBC, as inseguranças de Tolkien são despertadas. Inveja, neurose e questões de fé agora ameaçam a amizade dos dois.

Algumas amizades duram para sempre. Outras, até que não sejam mais necessárias…

Agora só nos resta aguardar – e ansiosamente.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments