Publicado no UOL

O aluno Lucas Muniz Oliveira, 17, quer estudar gastronomia

O aluno Lucas Muniz Oliveira, 17, quer estudar gastronomia
Arquivo pessoal

Este sábado (30) deve ser de muita ansiedade para os 228 alunos da rede estadual de São Paulo que embarcam amanhã para um intercâmbio de 20 dias no exterior. Eles são estudantes dos Centros de Estudos de Línguas (CELs), que oferecem aulas gratuitas de idioma, e foram selecionados a partir do desempenho em uma prova aplicada nos cursos.

Lucas Muniz Oliveira, 17, nunca saiu do Estado de São Paulo e está de malas prontas para as longas horas de viagem até a França. “Eu espero encontrar muitas coisas belas, aprender mais sobre a cultura francesa, conhecer pessoas e aprender sobre a essência do idioma”, diz.

Para o aluno do 3º ano do ensino médio da Escola Estadual Júlio Pestana, no Tucuruvi (zona norte de SP), a viagem é a possibilidade de começar a concretizar o seu maior sonho: estudar gastronomia na França. “Quando eu voltar do intercâmbio, quero trabalhar em alguma empresa em que eu possa falar francês, para não perder a prática, e fazer cursos. Enquanto isso, vou pesquisar e juntar dinheiro para fazer um estágio e um curso de gastronomia na França”, diz.

Ele conta que “caiu de paraquedas” nas aulas de francês – inicialmente queria estudar alemão, por causa das aulas de história -, mas logo se apaixonou pelo idioma. Além da curiosidade pela cultura francesa, o interesse aumentou por incentivo da professora. “Desde o começou do curso ela teve muita paciência”, diz.

De Itaquera para Londres

Na zona leste de São Paulo, a ansiedade toma conta de Carla Nunes Gobatti, 17, que viaja neste domingo para a Inglaterra. Ela faz o 2º ano do ensino médio na Escola Estadual Professora Emília de Paiva Meira, em Itaquera, e diz que sempre teve facilidade com o inglês. “Sempre tive interesse por filmes, livros, músicas e séries; daí, fica mais fácil aprender”, conta a aluna, que estuda o idioma há um ano.

Carla Nunes Gobatti, 17, fará um intercâmbio de 20 dias na França

Carla Nunes Gobatti, 17, fará um intercâmbio de 20 dias na FrançaDiante da expectativa pela primeira viagem sozinha e a primeira experiência internacional, Carla já selecionou os lugares que deseja visitar na Inglaterra: a London Eye, os estúdios do filme Harry Potter e o Big Bang.

“Eu quero muito conhecer o estilo de vida dos ingleses e aprender melhor o inglês britânico. Além da língua, que é algo que eu vou levar para o resto da vida, vou ter a experiência de estar em outro país. Vai valer muito a pena”, diz a estudante, que pretende fazer um curso técnico de fotografia e design depois que terminar o ensino médio.

Intercâmbio

Neste domingo, 40 estudantes vão para a França, 60 para a Inglaterra e 128 para a Argentina. Em janeiro, mais 128 alunos embarcam para a Argentina. Os selecionados farão um curso intensivo de 20 dias do idioma que estudam. Eles ganharam viagem, transporte, estadia, uma jaqueta térmica e farão passeios culturais na cidade em que vão estudar.

O processo seletivo para o intercâmbio teve cerca de 2.000 alunos das escolas estaduais inscritos — eles disputaram as 356 vagas oferecidas. Foram exigidos critérios como frequência mínima de 75% nas aulas de idioma e ter alcançado média igual ou superior a 7 em língua inglesa nos quatro bimestres do ensino médio no ano letivo anterior ao de realização da prova.

Quem tiver interesse em estudar um idioma no próximo semestre pode se inscrever no Centro de Estudos de Línguas mais próximo da sua casa (faça a pesquisa aqui). Os cursos são de espanhol, inglês, italiano, francês, japonês, mandarim e alemão, e as aulas começam em fevereiro. Podem se inscrever estudantes do ensino fundamental e médio da rede estadual de SP.

 

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments