Vinicius Castelli no Diário do Grande ABC

DivulgaçãoUma das figuras mais representativas do rock internacional, Pete Townshend, líder da lendária banda britânica The Who, coloca nas prateleiras sua autobiografia. A obra, que leva o nome do autor (Globo Livros, 488 págs., R$ 49,90 em média), mergulha, faz viagem no tempo e volta ao ano 1945, data de nascimento de Townshend.

De uma família de músicos, o jovem, que tinha nos planos a escultura como forma de expressão, conheceu a guitarra e fez a rebeldia do The Who, anos mais tarde.

Crítico no livro, o parceiro – até hoje – do cantor Roger Daltrey fala dos shows, das mortes de Keith Moon (bateria) e John Entwistle (contrabaixo) e da acusação de ter acessado site de pornografia infantil em 2003.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments