1Sérgio Pavarini

Na manhã de hoje (10), Dilma Rousseff finalmente rompeu o silêncio e se pronunciou sobre a crise no Maranhão. Como já ocorreu em outros momentos importantes, a presidenta usou o Twitter. Em alguns minutos a informação (per)correu o país.

A valorização crescente (e 1 pouco atrasada) que os políticos estão dando às redes sociais mostra que a presença (quase obrigatória na maioria dos segmentos) suplanta qualquer tipo de modismo. No entanto, é preciso avançar além da simples participação.

A escolha de quem fala em nome da companhia mostra o nível de importância das redes sociais nas empresas. Do informal “bom dia” ao anúncio de uma contratação “de peso”, o tom varia bastante e, com perdão do trocadilho, todos os envolvidos devem sempre estar afinados. #sintonia

No novo ranking, apenas uma mudança. A Editora RT ultrapassou a L&PM e agora ocupa a 14ª posição. Muitas editoras estão com números próximos e 2014 promete grandes emoções. Sucesso a todos! 🙂

Ranking Dezembro

#1: 73.900 Intrínseca @intrinseca

#2: 59.700 Companhia das Letras @cialetras

#3: 59.500 Mundo Cristão @mundocristao

#4: 52.600 Editora Rocco @editorarocco

#5: 42.400 Editora Sextante @sextante

#6: 41.600 Editora Gutenberg @Gutenberg_Ed

#7: 40.400 Editora CPAD @EditoraCPAD

#8: 39.800 Galera Record @galerarecord

#9: 38.100 Editora Novo Conceito @Novo_Conceito

#10: 35.400 Editora Saraiva @editorasaraiva

#11: 33.800 Editora Autêntica @Autentica_Ed

#12: 33.000 Editorial Record @editorarecord

#13: 31.200 Cosac Naify @cosacnaify

#14: 26.500 Editora RT @revtribunais

#15: 26.400 L&PM Editores @LePM_Editores

#16: 26.300 Editora Leya @EditoraLeya

#17: 24.700 Casa Publicadora @casapublicadora

#18: 23.500 Globo Livros @GloboLivros

#19: 22.800 Suma de Letras @Suma_BR

#20: 21.900 Editora Nemo @editoranemo

Ranking atualizado em 8/1/13

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments