Helder estava sem estudar desde 2006, quando concluiu o ensino médio.
Morando em um abrigo, ele estudou para o Enem nos livros da biblioteca.

Helder estudou sozinho em abrigo de comunidade católica e foi aprovado na UFC (Foto: Arquivo Pessoal)

Helder estudou sozinho em abrigo de comunidade católica e foi aprovado na UFC (Foto: Arquivo Pessoal)

Publicado por G1

Com 28 anos e natural de uma cidade do interior Minas Gerais (MG), Helder Marques é um exemplo de determinação e de superação. Morador de um albergue da Comunidade Católica Shalom, em Fortaleza, ele passou um ano inteiro estudando sozinho, fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e conseguiu ser aprovado para o curso de Economia da Universidade Federal do Ceará (UFC).

“Eu vim para Fortaleza para trabalhar, mas as coisas não saíram como o esperado e, de repente, me vi sem nenhum dinheiro para pagar alimentação e moradia. Um amigo me falou de uma casa que abrigava pessoas em situação de rua, como eu me encontrava. Procurei um centro de apoio social que me encaminhou para a Casa de São Francisco, do Shalom, onde fui recebido com muito carinho e onde reconquistei a minha dignidade”, conta.

No início de 2013, Helder Marques decidiu mudar o rumo da vida. “Eu tinha concluído o ensino médio em 2006 e já estava há muito tempo sem estudar. Vi que no albergue tinha uma biblioteca e percebi que se eu me esforçasse eu conseguiria alcançar a meta que tinha traçado: ser aprovado na UFC”.

No início, e com recursos bem limitados, Helder estudava de duas a três horas por dia. “Com o passar das semanas, percebi a necessidade de intensificar mais e mais os estudos e cheguei a 10 horas diárias. Sabia que o desafio era grande, pois a intenção era a UFC, uma das mais concorridas do país”, conta Helder.

Como Helder estudou sempre em escolas públicas concorreu à vaga entre as ofertadas no sistema de cotas, da UFC. “Das 14 vagas ofertadas, consegui ficar em quarto lugar já na primeira chamada, comemora. Mas apesar da conquista, os sonhos não param. “Vou tentar uma vaga no alojamento da Universidade, uma bolsa de estudos junto ao Governo Federal e quando concluir a graduação, vou fazer um mestrado. O que eu quero mesmo é aprender”.

Mais procurada do país
Pelo terceiro ano consecutivo, a Universidade Federal do Ceará foi a instituição de ensino superior mais procurada do país no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A instituição contabilizou 262.275 inscrições na seleção, ficando à frente das universidades federais de Minas Gerais (UFMG) e da Bahia (UFBA). O número representa um acréscimo de 27% sobre o total registrado no ano passado, quando a UFC recebeu 206.443 inscrições.

A concorrência geral na UFC chegou a 41,12 candidatos por vaga. A Instituição contabilizou 168.958 estudantes inscritos. Cada candidato pode se inscrever em duas opções de curso, o que explica a diferença entre os números.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments