ProsaPoesiaPublicado na Folha de S.Paulo

Um ex-professor de 53 anos foi preso na Rússia acusado de esfaquear até a morte um conhecido por divergências sobre gêneros literários, informou a agência de notícias russa Ria Novosti.

Durante uma discussão sobre literatura na semana passada, a vítima, de 67 anos, argumentou que “a única literatura verdadeira é a prosa”, informaram autoridades policiais da região de Sverdlovsk.

A afirmação revoltou o ex-professor, um amante de poesia, que então esfaqueou o colega até a morte.

Ambos estavam aparentemente bêbados na ocasião.

O acusado fugiu do local e só foi detido dias depois. O homem, cujo nome não foi divulgado, foi indiciado por assassinato e pode ser condenado a até 15 anos de reclusão.

Segundo a Ria Novosti, não é a primeira vez que embates intelectuais terminam em tragédia na Rússia. Em setembro passado, um homem foi baleado enquanto esperava para comprar cerveja na cidade sulista de Rostov-on-Don depois de enfurecer um vizinho de fila com suas opiniões sobre o filósofo iluminista alemão Immanuel Kant (1724-1804).

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments