El Ateneo

El Ateneo

Publicado por Virada No Saci

Já compartilhei nesse post aqui a minha paixão por fotos. Minha paixão mais antiga, no entanto, aquela que carrego desde a infância, um dos hábitos que mais gosto de ter na vida, até hoje, é a leitura de um bom livro.

Pra mim, ler sempre era muito mais interessante do que brincar de Barbie, por exemplo, então imaginem que sofri certo bullying quando menor.

Imaginem o que era Otelo, de Shakespeare, Dom Casmurro, de Machado de Assis ou Senhora, de José de Alencar se comparados a qualquer história que eu pudesse inventar durante uma brincadeira. Minha capacidade criativa nunca chegaria a tamanha genialidade, então a brincadeira nunca me despertava maior interesse se comparada a leitura.

Meu maior orgulho foi ter completado, aos 12 anos, a carteira de empréstimos de livros da biblioteca. haha

Engraçado lembrar que, durante algum tempo, ainda quando era mais nova e carregava as inseguranças infantis/adolescentes, escondia, de certo modo, os livros que pegava e os momentos em que lia, porque em geral percebia uns olhares meio esquisitos e já ouvi alguns comentários bem preconceituosos sobre o fato de estar lendo ao invés de interagindo com as outras pessoas e isso não ser saudável.

Hoje em dia sei que nenhuma aula de português me rendeu tanto quanto o meu gosto pela leitura, que jamais deixei de me divertir e conquistar amigos por isso e que, sim, ler é um hábito solitário que nunca me trouxe qualquer tipo de malefício, afinal, se você não sabe conviver bem consigo mesmo, que dirá com uma sociedade inteira cheia de gente maluca.

É por todo esse meu apreço por livros – e aqui falo de livros em si, com folhas de papel e capa, porque ainda não consigo me adaptar a essa modernidade de e-books – que um dos lugares no mundo onde me sinto mais a vontade é em livrarias e bibliotecas. Sou capaz de gastar bastante tempo folheando e lendo trechos de livros sem problema algum.

Adoro de verdade a sensação de estar diante de tantas histórias boas e da possibilidade de conhecer o mundo inteiro e pessoas interessantes de dentro da minha própria casa. Sim, porque sou dessas que passo tranquilamente horas inteiras lendo, me apego de verdade aos personagens e o mais fácil de acontecer é você me pegar aos prantos com um livro nas mãos. (Essa sou eu. haha)

Confesso que, no momento, deixei de frequentar livrarias (sites inclusos) porque tenho uma lista de livros na minha prateleira esperando para serem lidos, mas ainda assim não resisto a uma boa história e sempre acabo adquirindo mais algum exemplar.

Imaginem então como fiquei quando encontrei as imagens dessas livrarias e bibliotecas que trouxe abaixo.

Se entro em alguma dessas juro que não sei se sairia, e se saísse, com certeza seria falida.

Selexyz Dominicanen Boekhandel

1

O nome é difícil, mas a pessoa chora com essa livraria holandesa sim ou sim? Ela fica localizada onde anteriormente havia uma igreja anglicana datada do século de XII. No momento da reforma os arquitetos decidiram manter a antiga estrutura gótica e adicionaram modernas estantes para armazenar os livros. É por causa dessa mistura que o local é tão maravilhoso a ponto de já ter sido escolhida como a livraria mais bonita do mundo pelo The Guardian.

Biblioteca Real Gabinete Português de Leitura

1

Qualquer um de nós poderia facilmente imaginar que essa biblioteca fica localizada em algum local da Europa, mas ela fica aqui mesmo, pertinho da gente, no Rio de Janeiro. Trata-se de um presente deixado pelos nossos queridos colonizadores portugueses. Felizmente esse é um bom presente. A biblioteca foi inaugurada em 1887 e é considerada como a maior biblioteca de obras de autores portugueses fora de Portugal. A visitação é permitida até hoje e vale a pena, né?

El Pendulo

Cafebrería el Péndulo

Uma livraria com uma decoração bem inusitada composta por prateleiras repletas de livros, um café-restaurante, um bar e …várias plantas em seu interior. É considerada a livraria mais charmosa do México e frequentemente oferece consertos e cursos bem concorridos.

Shakespeare and Company

1

2

A Shakespeare and Company é meu xodó. Se comparada à outras, é uma livraria bem pequena localizada em Paris, mas é super charmosa e com muita história pra contar. Foi fundada originalmente em 1919 e era frequentada por um pessoal como Hemingway, Scott Fitzgerald e James Joyce. Durante a Segunda Guerra Mundial foi fechada, mas felizmente foi reaberta em 1951 por George Whitman. Hoje em dia, além de livraria, fiquei sabendo que ela também funciona como biblioteca e também como uma espécie de hotel para autores iniciantes.

Biblioteca do Vaticano

1

Acho que nem preciso apresentar essa. É a biblioteca mais famosa do mundo, contando com nada menos que 1,1 milhão de livros impressos, 150 mil manuscritos, 300 mil moedas e medalhas e mais de 70 mil pinturas e gravuras! Foi reaberta para a visitação há alguns anos e, além da arquitetura maravilhosa e de uma quantidade inimaginável de livros de grande valor histórico para o mundo, ainda abriga o mistério da sala de livros secretos, que a Igreja Católica não abre nem por ordem do Papa! haha Infelizmente, para ter acesso à biblioteca é preciso ser um especialista em publicações, professor universitário ou estudioso que prepara um doutorado.

El Ateneo

1

Essa livraria está localizada em Buenos Aires, onde anteriormente havia um teatro dos anos 20 e foi escolhida pelo The Guardian como a segunda livraria mais linda do mundo (a primeira é a a Boekhandel Selexyz Dominicanenl, que tá ali em cima). O palco – onde até Carlos Gardel se apresentou – virou um café, com piano ao vivo e além dele há mais cinco andares por onde vale a pena gastar o tempo, o dinheiro e a câmera fotográfica.

Uma semana de boas leituras.

Ceci.

Imagens: Cush Design StudioTudo Sobre LeituraDe LlibreriesCristinaMelloG1, Blog da Marília VeigaNemira.

 

dica da Maria Cecíllia Magalhães

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments