Coincidência ou não, estrutura onde mora tem o nome de Oswaldo França Júnior

Publicado no R7

 Soares procura ler todos os livros antes de vender Record MG

Soares procura ler todos os livros antes de vender Record MG

Quem passa pela avenida Cristiano Machado pode encontrar a pequena “livraria” de Marcelo Augusto Soares, deficiente físico que há 10 anos mora na rua e vende livros embaixo do viaduto que leva o nome de um grande escritor, Oswaldo França Júnior, autor do famoso romance Jorge, um brasileiro.

O vendedor de livros teve depressão, perdeu o emprego, foi morar na rua e perdeu contato com a família. Soares não tem documentos e está tentando conseguir o registro, mas tem dificuldades porque veio da Bahia e não tem condições financeiras para ir até lá. Toda a renda do homem vem da livraria improvisada no viaduto.

Aos cinco anos Soares aprendeu a ler e não largou mais os livros. Pode devorar um livro em apenas um dia, dependendo do tamanho da obra. Depois de ir morar na rua, ele descobriu que essa poderia ser sua fonte de renda.

— Eu encontrei um livro que eu gostava desde de criança. Comecei com as barsas. Tocaram fogo nos livros que eu tinha antes e eu recomecei tudo de novo.

 

Marcelo aceita doações de livros e sempre procura ler antes que a obra seja vendida. O morador de rua já tem clientes fiéis, como Bernardo Luiz de Almeida, polidor de veículos, que compra livros de Marcelo há 3 meses. Ele conta como conheceu a “livraria”.

— Eu estava passando e me sugeriu um livro. Eu falei com ele que eu não tinha o dinheiro trocado. Mas depois eu dei para ele a quantia e ele até me agradeceu, porque ele falou que tinha que comprar algo para comer.

Marcelo faz sucesso onde vende os livros. A aposentada, Durvalina de Castro, só tem elogios para o homem.

— Ele é muito simpático, todo mundo conhece ele aqui na área. Ele sempre dá bom dia para a gente cantando, alegre.

 

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments