Com o anel, deficientes visuais poderão "ler" livros comuns

Com o anel, deficientes visuais poderão “ler” livros comuns

Marcos Venâncio Machado, no A Tarde

No mundo dos kindles e tablets, deficientes visuais estão em desvantagem. Mas uma nova ferramenta, ainda em fase de protótipo, permite ao usuário digitalizar uma linha de texto com o dedo e em seguida ouvir o áudio das frases reconhecidas.

A engenhoca foi desenvolvida pelo grupo Fluid Interfaces (Interfaces Fluidas), do Laboratório de Mídia do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês).

A ferramenta lê em voz alta qualquer texto que o usuário percorra com a ponta do dedo. Logo, as pessoas cegas terão como obter informações, na ponta dos dedos, de qualquer texto impresso ou mesmo da tela de tablets.

O protótipo é chamado FingerReader e também fornece feedback de movimento na forma de pequenas vibrações para se certificar de que o usuário não se desviou do texto.

Veja o vídeo:

dica do Chicco Sal

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments