machado-assis

Publicado no AcheiUSA

A editora americana New London Librarium está lançando o livro: Histórias de Machado de Assis – edição bilíngue que apresenta a maior e mais importante coleção de traduções de contos do escritor mais famoso do Brasil em mais de 40 anos.

Para a concretização da obra, tradutores acadêmicos de quatro países do mundo foram consultados para que expressões coloquiais imortalizadas pelo autor, fossem traduzidas de forma correta.

Machado de Assis é considerado um dos maiores escritores da história ocidental e da América Latina. Ele é admirado por escritores como Harold Bloom, Susan Sontag, José Saramago, Carlos Fuentes, Philip Roth e Woody Allen e tem sido comparado com Twain, Tchekhov, Tolstoi, Flaubert, Sterne, entre outros. Antes do lançamento dessa coleção, mais da metade de seus contos nunca tinham tido versões em Inglês .

O editor-gerente do projeto, Glenn Alan Cheney, disse que 16 tradutores acadêmicos em quatro países contribuíram com as 21 traduções para o livro. Luciana Tanure e Rachel Kopit co-editaram a coleção do Brasil.

“A extensão da cooperação internacional foi surpreendente”, disse Cheney. “Não houve egos acadêmicos envolvidos, apenas um desejo comum para obter a tradução correta”, disse o editor que é um apaixonado pelo Brasil e já escreveu vários livros tendo o país como tema.
A maioria das histórias de Assis retratam o final do século 19 no Rio de Janeiro, mas muitos relatam fantasias envolvendo deuses gregos, personagens bíblicos e figuras históricas.

A 420 páginas da edição bilíngue apresentam a versão em português original no lado esquerdo do livro e em inglês, à direita. Ele está sendo distribuído nos Estados Unidos pelo New London Librarium e no Brasil pela Editora Fogão de Lenda, localizada em Belo Horizonte (MG).

Cópias de revisão para publicações estão disponíveis mediante solicitação para Glenn Cheney na New London Librarium (glenn@NLLibrarium.com). Informações no Brasil devem ser direcionadas para Luciana Tanure no Fogão de Lenda (lu@fogaodelenda.com).

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments