Isabelle Moreira Lima, na Folha de S.Paulo

A saga de fantasia e política “Game of Thrones” pode acabar na TV antes mesmo de os livros finais de George R.R. Martin serem escritos. A série, produzida pela HBO, é inspirada na coleção “Crônicas de Gelo e Fogo” do escritor norte-americano, que tem cinco livros publicados e outros dois planejados.

A revelação foi feita à Folha pelo cocriador da série D. B. Weiss, que assina o projeto com o amigo David Benioff. “Game of Thrones” estreia no domingo sua quarta temporada simultaneamente nos Estados Unidos e no Brasil.

“Idealmente, as coisas sairiam juntas, último livro, última temporada. Mas nós temos passado muito tempo com George falando sobre a história. Ele vai nos contar o final assim que o decidir.”

Os atores Peter Dinklage e Sibel Kekilli em cena da série

Os atores Peter Dinklage e Sibel Kekilli em cena da série

O sucesso de “Game of Thrones” pode ser medido em números: foi a série mais pirateada em 2013, com 5,9 milhões de downloads do final da terceira temporada.

Na França, chegou a ser usada como “estratégia pedagógica”, quando um professor ameaçou uma sala dispersa com informações sobre quem seria o próximo personagem a morrer.

D. B. Weiss evita spoilers sobre a nova temporada —não dá pistas sobre as conquistas de Daenerys Targaryen (Emilia Clarke), sobre o que acontece no retorno de Jaime Lannister (Nikolaj Coster-Waldau) ou se Arya Stark (Maisie Williams) vai vingar os mortos de sua família.

Ele diz, no entanto, que haverá muito sangue e novos personagens. Afinal, após tanta carnificina nas temporadas anteriores era necessário “repor o estoque”.

Sabe-se também que ainda não é desta vez que George R.R. Martin fará uma participação especial.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments