115

Sérgio Pavarini

Barack Obama entrou num debate que mobilizou milhares de internautas esta semana nos Estados Unidos. A questão não era diplomática, mas culinária.

Uma colunista de gastronomia do “The New York Times” tuitou uma nova receita de guacamole que incluía ervilhas. Apreciador de comida mexicana, Obama opinou no Twitter: “Respeito o NYT, mas não estou de acordo com as ervilhas no guacamole”. Yes, he can!

Essa é a magia do Twitter, permitindo que famosos e anônimos interajam instantaneamente e além de um simples “like”. Muita gente hoje vê TV com um smartphone na mão para comentar e ler a opinião de outras pessoas sobre determinado programa. As redes sociais podem impulsionar a audiência e o silêncio nelas sinaliza o insucesso, premissa que também vale para o segmento literário. #olhovivo

Vamos às mudanças no ranking de popularidade. A Editora Record subiu uma posição e está em 10º lugar, logo depois da Galera Record. A Arqueiro também ascendeu e está na 11ª posição. Pra completar as mudanças, a Casa Publicadora subiu para o 17º lugar.

No próximo mês a gente confere novamente. 🙂

Ranking Julho

1.  113.000 Intrínseca @intrinseca

2.  108.000 Mundo Cristão @mundocristao

3.    89.200 Editora Rocco @editorarocco

4.    85.100 Companhia das Letras @cialetras

5.    60.700 Editora Gutenberg @Gutenberg_Ed

6.    59.500 Novo Conceito @Novo_Conceito

7.    58.400 Editora Saraiva @editorasaraiva

8.    53.800 Editora CPAD @EditoraCPAD

9.    51.900 Galera Record @galerarecord

10.  50.200 Editora Record @editorarecord

11.  49.700 Editoria Arqueiro @editoraarqueiro

12.  48.300 Editora Autêntica @Autentica_Ed

13.  44.400 Sextante @sextante

14.  40.400 Editora Leya @EditoraLeya

15.  36.700 Cosac Naify @cosacnaify

16.  36.400 Suma de Letras @Suma_BR

17.  33.300 Casa Publicadora @casapublicadora

18.  32.400 Editora Nemo @editoranemo

19.  29.200 L&PM Editores @LePM_Editores

20.  29.000 Editora RT @revtribunais

Ranking atualizado em 3/7

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments