premio-machado-de-assis-dest1110gr-e1405689998850

Publicado em O Globo

RIO — A Academia Brasileira de Letras (ABL) anunciou nesta quinta mudanças no sistema de premiação concedido anualmente pela instituição aos destaques literários do país. Conforme adiantou em abril o colunista do GLOBO Ancelmo Gois, os prêmios Machado de Assis e ABL serão fundidos e um único com o nome do fundador da academia. O escolhido receberá R$ 300 mil.

Até hoje, a ABL distribuía por ano em seus dois prêmios R$ 450 mil a oito diferentes autores: R$ 100 mil para o vencedor do Machado de Assis e R$ 50 mil o ganhador de cada categoria do Prêmio ABL (poesia, ficção, ensaio, literatura infantojuvenil, história e ciências sociais, tradução, e cinema).

Ainda pelas novas regras, o Machado de Assis só poderá ser concedido a autores brasileiros vivos. O critério continua sendo o conjunto da obra, porém, a partir deste ano, ele será dado ora a destaques da literatura, ora a profissionais de destaque em outras manifestações culturais.

— A ideia é concentrá-los em um prêmio de alta significação como reconhecimento de uma grande contribuição cultural. As mudanças trazem maior representatividade e seriedade — ressaltou o presidente da casa, Domício Proença Filho, em coletiva na sede da ABL.

Para a secretária-geral da academia, Nélida Piñon, os prêmios já eram concedidos a autores com obras bem estabelecidas e, portanto, “o país não irá perder um fomento a novos escritores’’. Ela também argumentou que prêmios com muitas categorias ou com primeiro, segundo e terceiro lugares acabam perdendo relevância:

— Devemos retomar o conceito de conjunto de obra. Mais do que escrever para si, a obra é um legado que o escritor deixa para o seu país. Um autor é o patrimônio nacional, e nós estamos muito abandonados. O novo formato vai chamar atenção para esse autor, que muitas vezes pode estar recolhido em um grotão.

RESULTADO SAI EM JULHO

A partir de 19 de junho, os acadêmicos vão encaminhar de uma a três indicações para a láurea deste ano. A diretoria, então, selecionará os três mais votados, e o vencedor será escolhido por meio de voto secreto no plenário da ABL. A cerimônia de entrega acontecerá em 20 de julho, quando a instituição comemora seu 119º aniversário.

Sobre a redução de R$ 450 mil para R$ 300 mil, Proença Filho admite que mesmo a academia é vítima da atual crise econômica. Mas afirma que o principal propósito da reformulação do prêmio é o aumento de sua dimensão.

 

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments