Dan Brown, Omar Sy, Felicity Jones, Tom Hanks, Ron Howard em Berlim, promovendo Inferno.

Dan Brown, Omar Sy, Felicity Jones, Tom Hanks, Ron Howard em Berlim, promovendo Inferno.

 

Todos os livros de Brown sobre o personagem Robert Langdon já foram adaptados para as telonas, com a exceção de O Símbolo Perdido.

João Vitor Figueira, no Adoro Cinema

A estreia de Inferno marcou a terceira atuação de Tom Hanks no papel do professor de iconografia e simbologia Robert Langdon, personagem criado por Dan Brown em seus romances campeões de venda em diversos países mundo afora.

“Inferno” (2013) foi o quarto livro da franquia dedicada aos mistérios e conspirações decifrados por Langdon. Os anteriores foram O Código Da Vinci e Anjos e Demônios. Entretanto, apesar de ter sido lançado antes mesmo de “Inferno”, o livro “O Símbolo Perdido” (2009) jamais ganhou uma adaptação para as telonas.

Durante uma première em Florença, na Itália, Dan Brown comentou o assunto em entrevista ao site Collider. “Quer saber? Eu respeito muito o fato de nós não termos feito isso. Nós ainda não sabemos como fazer um bom filme com ele. É um livro grande e complexo e eu acho que nós vamos adaptar em filme um dia. Mas quer saber? É melhor levar um tempo para fazer uma coisa da maneira correta do que simplesmente lançar um filme ruim.”

Em “O Símbolo Perdido”, Langdon tem um de seus amigos, um maçom e filantropo, sequestrado por Mal’akh, que acredita que os fundadores de Washington esconderam um tesouro capaz de dar habilidades sobre-humanas.

Em Inferno, Langdon acorda com amnésia e um ferimento de bala na cabeça em um hospital italiano. Mesmo sem saber o que aconteceu consigo nos últimos dias, o professor de Harvard une forças com a Dr. Sienna Brooks (Felicity Jones), a médica que cuidou dele, para recuperar suas memórias e impedir que se coloque em prática o plano de espalhar uma praga inspirada pela Divina Comédia, de Dante Alighieri.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments