Sparks: “Eu ainda acredito no amor verdadeiro” (Gisela Schober/Getty Images)

Sparks: “Eu ainda acredito no amor verdadeiro” (Gisela Schober/Getty Images)

 

Leitores esperaram na porta de um shopping em São Paulo

Bruno Meier, na Veja

Fãs aguardando, ansiosos, na porta do local de um grande evento, à espera da chegada do ídolo: não foi só no show de Justin Bieber que isso aconteceu. Na semana passada, havia leitores esperando na porta de um shopping em São Paulo pelo momento em que o best-seller americano Nicholas Sparks, 51 anos, apareceria para autografar seus romances melosos. Com vinte livros publicados, oito deles adaptados para o cinema, Sparks vendeu 100 milhões de exemplares no mundo (mais de 5 milhões no Brasil). Em sua passagem pelo país, Sparks tentou manter a forma e a rotina — acordou às 4 e meia da manhã para se exercitar na academia do hotel, mas não cumpriu a meta de escrever uma página por dia. Depois de 25 anos de casamento, Sparks divorciou­-se, o que decepcionou as fãs mais românticas. O autor de Querido John pede calma: “Eu ainda acredito no amor verdadeiro”.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments