O autor Spencer Johnson, de 'Quem mexeu no meu queijo' (Foto: Divulgação/Record)

O autor Spencer Johnson, de ‘Quem mexeu no meu queijo’ (Foto: Divulgação/Record)

 

Escritor sofria de um câncer no pâncreas e morreu na segunda-feira (3), segundo editora. Best-seller motivacional vendeu mais de 1,5 milhão de cópias só no Brasil.

Publicado no G1

O escritor Spencer Johnson, autor do best-seller “Quem mexeu no meu queijo”, morreu aos 78 anos na Califórnia (EUA), informou nesta sexta-feira (7) a editora Record, responsável pela publicação do livro no Brasil. Ele sofria de um câncer no pâncreas e morreu na segunda (3).

Lançado em 2001, “Quem mexeu no meu queijo” vendeu mais de 1,5 milhão de cópias só no Brasil e se tornou um dos mais bem-sucedidos livros motivacionais da história no país. A obra também ganhou versões para o público infantil e jovem.

A história sobre mudança e transformação pessoal é centrada em quatro personagens – dois ratos e dois humanos do mesmo tamanho dos roedores -, que vivem em um labirinto em eterna procura pelo queijo que os alimenta e os faz feliz. No livro, o queijo é uma metáfora daquilo que se busca ter na vida, e o labirinto é o local onde as pessoas procuram por isso.

Johnson começou a carreira como escritor de livros infantis e, em 1980, escreveu ao lado de Ken Blanchard “O gerente-minuto”, seu primeiro best-seller, uma parábola sobre liderança que vendeu mais de 15 milhões de cópias no mundo todo.

Seu último livro publicado no Brasil foi “O novo gerente-minuto”, lançado no segundo semestre de 2015. A obra atualiza o conteúdo de “O gerente-minuto”, levando em conta novos aspectos, como a globalização e o avanço da tecnologia. O escritor deixa três filhos.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments