Roberto Aguiar, em A Tarde

Evento terá debates, lançamentos de livros, oficinas literárias, saraus

Evento terá debates, lançamentos de livros, oficinas literárias, saraus

Salvador entra no cenário dos grandes eventos de literatura do país com a primeira Festa Literária Internacional do Pelourinho (Flipelô), que acontece de 9 a 13 de agosto, ocupando 11 espaços do bairro histórico da capital baiana. Serão mais de 50 atividades entre saraus, conferências, apresentações teatrais, contação de história e lançamento de livros. A abertura será às 20h na Igreja de São Francisco, com um Sarau de Maria Bethânia, em uma apresentação para convidados.

A Flipelô é parte da comemoração dos 30 anos da Fundação Casa de Jorge Amado e homenageará Jorge Amado, Zélia Gattai e Myriam Fraga.

O evento é uma realização da Fundação casa de Jorge Amado, em co-realização com o SESC. Tem o apoio do Ministério da Cultura, Instituto CCR e Governo do Estado da Bahia.

O Secretário Estadual de Cultura, Jorge Portugal, informou que lançará seu primeiro livro de ficção, ‘Porque o Suabé não molha o mapa’, na Flipelô.

A jornalista do A TARDE Kátia Borges, Moares Moreira, Jussara Silveira, Emicida, Jackson Costa e o Professor Pasquale são outros nomes de destaques da primera edição do Flipelô. Entre as participações Internacionais, destaque a para a jornalista portuguesa Alexandra Kucas Coelho e a romancista Leonora Milano, da França, com origem camaronesa, cuja obra reflete sobre a diáspora negra.

Os livros terão o Terreiro de Jesus como o ponto de encontro das bibliotecas itinerantes. As crianças terão a Festa dos Erês, na Areba Sesc.

A programação completa da Flipelô estará disponível, a partir das 15h, no site do evento. Toda a programação será gratuita.

*Sob supervisão do editor-coordenador Marcos Casé.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments