É muita cara de pau

Ancelmo Gois, em O Globo

Laéssio Rodrigues de Oliveira, 43 anos, o mais famoso ladrão de livros do país, enviou esta carta à Biblioteca Nacional, no Rio, solicitando a doação de exemplares à biblioteca do presídio Milton Dias Moreira, em Jacareí (SP), que, segundo ele, está “pobrezinha na oferta de obras de qualidade”.

Ex-estudante de biblioteconomia, ele foi condenado a 11 anos de prisão pelo roubo de obras raras em vários museus e bibliotecas do país, como a própria Biblioteca Nacional, em 2005.

Filme bandido…

A Ancine autorizou a captação de patrocínio de R$ 771 mil, pela Lei do Audiovisual, para a “Boutique Filmes” levar à telona a história do larápio.

fullsizerender_8

Trecho da carta enviada por Laéssio Rodrigues de Oliveira | Reprodução

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments