2262291

Vitória Pratini, no Adoro Cinema

Imagine a seguinte situação: você foi ao cinema assistir It – A Coisa, saiu da sessão, bateu aquela fome e você resolveu ir direto ao McDonald’s – não por que queria um hambúrger, mas simplesmente por que Pennywise subitamente trouxe aquela lembrança de Ronald McDonald, mascote da rede de fast-food.

Isso é o que acredita a divisão russa do Burger King, que apresentou uma queixa ao Serviço Federal Antimonopólio (FAS) do país, exigindo que o filme seja banido da Rússia. A companhia alega que o assustador palhaço vivido por Bill Skarsgård em It – A Coisa se parece com Ronald McDonald e, portanto, a produção funciona como uma propaganda para a marca concorrente.

1703531

Segundo o The Hollywood Reporter (via ScreenRant), um representante do FAS confirmou que a queixa do Burger King foi recebida e está sendo avaliada. “Não podemos nos preocupar com o conteúdo do filme porque o escritor e o diretor têm sua própria compreensão criativa de qualquer personagem”, afirmou ela, acrescentando que a agência ainda iria determinar se o filme contém propaganda ou colocação de produtos.

Por mais curiosa a reclamação da empresa seja, eles não são os primeiros a fazer um paralelo entre Pennywise e Ronald, apesar de que muitas dessas comparações tenham envolvido a versão clássica do livro de Stephen King, a minissérie It – Uma Obra-prima do Medo, na qual o palhaço foi vivido por Tim Curry.

Na internet, circulam memes que colocam os dois palhaços um contra o outro – alguns, inclusive, ironicamente sugerindo que Ronald tenha feito mais vítimas que Pennywise; ou que inserem o nome do filme no slogan “I’m Lovin’ It” (“Amo Muito Tudo Isso”, em português).

3124801.jpg-r_640_640-f_jpg-q_x-xxyxx

No início deste ano, foi feita uma paródia do trailer de It – A Coisa com Ronald no lugar de Pennywise. Assista ao vídeo “It – McDonald’s Edition”:

It – A Coisa estreou na Rússia no dia 7 de setembro e já arrecadou o correspondente a 14 milhões de dólares no país desde então. O filme está em cartaz nos cinemas brasileiros.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments