Escola foi atingida por incêndio (Foto: Divulgação/Prefeitura de Joaquim Pires)

Secretaria de educação informou que vai registrar boletim de ocorrência, mas acredita que o fogo teve início com um curto circuito devido a uma forte chuva.

Maria Romero, no G1

Um incêndio destruiu nessa quarta-feira (10) centenas de livros que seriam usados na unidade escolar municipal Pedro Alves Cabral, em Joaquim Pires, 229 km de Teresina. Segundo a secretária de educação Lêda Miranda, todo o material didático que seria usado este ano na escola foi destruído, além de salas de aula.

Um curto circuito teria causado o incêndio, segundo a secretária. Ela informou que as chamas iniciaram na madrugada de ontem e os vizinhos ajudaram a controlá-las. Não houve feridos porque ninguém estava na unidade escolar no momento do fogo.

Sala de aula ficou destruída (Foto: Divulgação/Prefeitura de Joaquim Pires)

“Muitas pessoas nos ajudaram, mas o fogo atingiu justamente o almoxarifado, destruindo todo o material didático e todo o material de limpeza. Todos os livros que seriam usados este ano foram queimados”, relatou.

Ela disse que durante a madrugada houve muita chuva e fortes trovões, que a secretária acredita ter dado início ao curto circuito, mas somente a perícia da Polícia Civil vai determinar a real causa.

A prefeitura determinou obra imediata para recuperar o almoxarifado e as duas salas de aula vizinhas ao espaço, que também tiveram sua estrutura danificada. Para a reposição do material escolar, a prefeitura informou que vai buscar ajuda junto ao Fundo Nacional de Desenvolvimento à Educação (FNDE).

“Esperamos que isso não prejudique o ano letivo, que vai iniciar em 5 de fevereiro. As obras iniciarão imediatamente. Atendemos na escola cerca de 250 alunos, com idades entre 6 e 9 anos”, finalizou Lêda Miranda.

Livros foram totalmente destruídos (Foto: Divulgação/Prefeitura de Joaquim Pires)

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments