James Dashner, autor da saga Maze Runner.

Adolfo Molina, no Observatório do Cinema

James Dashner, autor da saga Maze Runner, que ganhou adaptações cinematográficas de sucesso, perdeu seu agente após alegações de abuso sexual.

Segundo informações do site The Hollywood Reporter, Michael W. Bourret, o agente e empresário de James confirmou que não irá mais representar o escritor, comentando: “Eu não poderia continuar trabalhando com James de consciência limpa, então eu o deixei ontem”.

Dashner foi acusado de assédio e comportamento inadequado no site da School of Library Journal. No mesmo blog, o autor de 13 Reasons Why também foi acusado, o que lhe custou sair da produção da série da Netflix, além de ter sido banido da Sociedade dos Escritores e Ilustradores de Livros Infantis na segunda (12).

Maze Runner: A Cura Mortal, terceiro e último filme da trilogia que adaptou os livros de Dashner estreou em janeiro de 2018.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments