Atenção: Esta notícia contém pequenos SPOILERS de Com Amor, Simon. Leia por sua conta e risco!

Katiúscia Vianna, no Adoro Cinema

Já em exibição em algumas salas pelo país, Com Amor, Simon é o primeiro filme de um grande estúdio com um jovem protagonista gay. Mas tal história já era bem conhecida, pois trata-se da versão cinematográfica do livro homônimo de Becky Albertalli. E a missão de adaptar tal importante e divertida história nas telonas ficou sob a responsabilidade dos roteiristas Elizabeth Berger e Isaac Aptaker (co-showrunners de This Is Us).

Porém, até quem leu a obra original vai se surpreender nos cinemas. Afinal, toda adaptação acaba trazendo certas mudanças para se adequar ao meio audiovisual, num período de apenas duas horas de duração. Uma das maiores diferenças fica pelo acréscimo de um personagem bem bacana: Ethan (Clark Moore), garoto abertamente gay que frequenta a mesma escola de Simon (Nick Robinson) – uma ideia que surgiu por insistência do diretor Greg Berlanti (produtor de The Flash, Arrow).

“Queríamos que o filme fosse contemporâneo e não seria realista ter apenas um jovem lidando com sua sexualidade num grande colégio público em 2018. Ethan é uma grande adição, pois ainda gera essa incrível cena onde dois gays estão sentados juntos, mas não poderiam ser mais diferentes. É uma lembrança que Simon é apenas uma história de alguém ‘saindo do armário’, esse filme é apenas uma história em particular. E mesmo que seja um grande passo, esperamos que seja apenas o início, pois há tantas formas disso acontecer”, contou Aptaker para o THR.

Ao mesmo tempo, o roteirista relembrou como um momento marcante do livro acabou sendo cortado da versão final do longa. “Tinha essa grande sequência, que chegamos a filmar, onde Nick (Jorge Lendeborg Jr.) leva Simon para um bar gay. Os atores foram incríveis, mas essa cena não encaixava no ritmo do filme, pois você saía daquele mundo durante uns oito minutos”.

Por fim, contou como Becky Albertalli influenciou o desenvolvimento do longa e era bem protetora com seus personagens: “Ela sempre sinalizava aqueles detalhes que eram importantes para os fãs, como a presença de biscoitos Oreo na vida de Simon. Ela também falava com Greg e a equipe de design de produção para inserir pequenos easter-eggs para o público, coisas que ela fazia questão que aparecessem na trama”. Ao mesmo tempo, Jennifer Garner também deu umas sugestões nas emocionantes cenas em que sua personagem contracenava com o protagonista de Nick Robinson, mãe e filho nas telonas.

Com Josh Duhamel, Katherine Langford, Tony Hale, Alexandra Shipp e Keiynan Lonsdale no elenco, o lançamento nacional de Love, Simon (no original) acontece em 5 de abril, mas o longa já está sendo exibido em algumas salas com pré-estreia.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments